Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2021
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 15º

Edição

Evanilson colocou o 'pacemaker' no Dragão: Notas do Nacional-FC Porto

Dragões qualificaram-se nesta terça-feira para os quartos de final da Taça de Portugal.

Evanilson colocou o 'pacemaker' no Dragão: Notas do Nacional-FC Porto

O FC Porto garantiu, nesta terça-feira, a passagem aos quartos de final da Taça de Portugal, mas o dragão teve de sofrer a bom sofrer para sair da Choupana a sorrir.

O Nacional esteve a ganhar até bem perto do fim do tempo regulamentar, mas Evanilson, aos 88 minutos, segundos depois de entrar, restabeleceu a igualdade a dois, para no prolongamento Sérgio Oliveira e Taremi carimbarem o passaporte azul e branco para a próxima fase.

Mas recuemos a cassete. O jogo começou com um golo de Luis Díaz, para instantes depois Rochez fixar o empate. Na etapa complementar, Riascos surpreendeu os amantes do futebol e operou a cambalhota no marcador, para instantes depois o Nacional começar por sofrer o primeiro revés desta partida: a expulsão de Rui Correia, a meia hora do fim do tempo regulamentar, por acumulação de amarelos. 

Os insulares tiveram quase a tocar no céu, mas o golo de Evanilson acabou por ser o princípio do fim de uma história que foi sorridente até aos 88 minutos para acabar em tons fúnebres em período de prolongamento.

Vamos então às notas deste Nacional-FC Porto:

Figura do jogo: Evanilson é um dos jogadores que não tem merecido a confiança de Conceição, pelo menos logo no onze inicial, mas hoje teve a clareza para sair do banco e segundos depois marcar o golo que deu asas para o FC Porto voar para o prolongamento. A eliminação esteve ao virar da esquina, mas o brasileiro evitou o pior.

Surpresa do jogo: Taremi continua a ser um dos jogadores mais desequilibradores dos azuis e brancos e, neste momento, assume-se como o grande reforço desta equipa. Voltou a marcar e já leva um amor incondicional por esta prova. Três jogos na Taça e em todos houve selo de golo do iraniano.

Desilusão do jogo: Rui Correia podia até não ser a desilusão do jogo, afinal muitas dúvidas residem na expulsão do jogador do Nacional, mas definitivamente a sua saída foi o início da queda do sonho insular na Choupana.

Treinadores

Luís Freire: Começou atordoado tamanha a diferença do caudal ofensivo entre as duas equipas, mas rapidamente acertou as linhas do acórdão insular. O Nacional mostrou músculo, teve astúcia e dois golos sorriram ao Nacional. Após a expulsão teve mérito nas substituições que promoveu, mas Evanilson estragou o trabalho antes feito por Luís Freire.

Sérgio Conceição: Não é dos jogos que o treinador azul e branco vai guardar saudades, afinal esteve à beira de representar uma grande 'mancha' no CV de Conceição. A eliminação esteve perto de suceder, mas, em abono da verdade, o timoneiro dos dragões teve o mérito de lançar a carta decisiva nesta partida (Evanilson aos 88 minutos), sendo que Otávio, que também saiu do banco, esteve na origem do 3-2, rubricado por Sérgio Oliveira.

Árbitro da partida: António Nobre foi um desastre. Terrível no capítulo disciplinar, errou ao expulsar Rui Correia e no lance em que Taremi caiu na área a ideia é de que houve mesmo motivo para assinalar grande penalidade.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório