Meteorologia

  • 20 JANEIRO 2022
Tempo
13º
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Morbidelli perseguiu Miguel Oliveira e assumiu: "Esteve intocável"

Piloto da Petronas Yamaha SRT terminou o Grande Prémio de Portugal na terceira posição.

Morbidelli perseguiu Miguel Oliveira e assumiu: "Esteve intocável"

Miguel Oliveira venceu o Grande Prémio de Portugal, este domingo, depois de ter saído da pole position. O piloto português fez ainda a volta mais rápida da corrida e esteve sempre na liderança da prova sem que ninguém se conseguisse aproximar.

O único que esteve mais perto disso foi Franco Morbidelli. O italo-brasileiro tentou acompanhar Miguel Oliveira, mas nunca conseguiu ter ritmo para o português. Na última volta perdeu o segundo lugar para Jack Miller, mas assegurou ainda assim o estatuto de vice-campeão mundial de 2020.

"Estive sempre no limite. Vi que o Miguel Oliveira era intocável hoje. Tentei manter o meu ritmo, segurar o Jack Miller, não quis que ficasse comigo. Mas ele aguentou e acabou por me passar e depois não fui capaz de responder", disse Morbidelli mal terminou a corrida.

Depois, e já em português, o piloto da Petronas Yamaha SRT deixou mais elogios a Miguel Oliveira.

"Hoje não era possível acompanhar o Miguel. Estava demais, mas foi possível ser terceiro aqui e segundo no Mundial. Foi um campeonato impressionante!", finalizou, já em declarações à SportTV.

 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório