Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2020
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

André Geraldes quer recolocar Estrela da Amadora na I Liga

O presidente da SAD do Estrela da Amadora, André Geraldes, afirmou hoje que tem por objetivo recolocar os 'tricolores' no escalão maior do futebol português, lugar de onde considera que nunca haveriam de ter saído.

André Geraldes quer recolocar Estrela da Amadora na I Liga
Notícias ao Minuto

18:50 - 25/10/20 por Lusa

Desporto Declarações

O dirigente, de 34 anos, que chegou a ser munícipe deste concelho limítrofe de Lisboa, tem já obra feita com remodelação parcial do Estádio José Gomes, nomeadamente nos campos de treino, relvado principal e tribuna presidencial.

Contudo, ainda muito há por fazer depois do interregno de 12 anos do futebol profissional na Amadora. Hoje, o triunfo diante do Oriental (2-0), em partida da quarta jornada da série G do Campeonato de Portugal, marcou o regresso profissional ao Estádio José Gomes.

Depois da 'queda' à II Divisão, em 2008/09, que levaria à extinção do histórico fundado em 1932 e a uma passagem pelo 'deserto', os amadorenses reorganizaram-se e criaram um novo clube, com o mesmo espírito, as mesmas cores e a mesma 'magia tricolor' com o intuito de 'escalar montanhas' e chegar novamente ao escalão maior do futebol português.

Este ano, por via da fusão com o Sintra Football, foi criada uma SAD que está a catapultar o Estrela para regressar em força e está determinada a atingir a II Liga já na próxima temporada.

"A ideia surgiu através de um amigo comum, Dinis Delgado, entre aquilo que é o meu dia-a-dia no futebol e ele que era o presidente do Club Sintra Football, com a possibilidade de fusão para poder revitalizar o Estrela e voltar a pô-lo no lugar que era dele por direito. Conseguimos consumar essa ideia", começou por dizer o presidente André Geraldes, à Agência Lusa.

O vermelho, o branco e o verde, bem como a estrela a amarelo, continuam a ser a imagem do Estrela da Amadora. Mas quando se entra no recinto, percebe-se que várias coisas mudaram, para além da tribuna presidencial, que já não se situa por trás da baliza do topo sul (agora é na bancada central, onde antes era a bancada de imprensa).

Os primeiros jogos dão sinais positivos. As três vitórias e um empate colocam o Estrela da Amadora na liderança da série G do Campeonato de Portugal, com 10 pontos, tantos quando o Sporting B, que hoje venceu o Belenenses SAD B, por 4-1.

"O nosso objetivo é conseguir revitalizar o Estrela. Agora, estamos a apenas um degrau das competições profissionais. Vamos lutar por esse objetivo. Quem está no Estrela e representa esta casa sabe que todos os jogos são para ganhar. No final, veremos qual é a nossa posição, porque é um campeonato longo. Se tudo correr bem e se ficássemos numa zona de acesso à II Liga ou à futura III Liga, vamos ter sempre uma outra fase final", adiantou André Geraldes.

Com a experiência acumulada ao serviço do Sporting, onde foi diretor executivo e diretor desportivo, bem como no Farense, como administrador da SAD, aquilo que André Geraldes mais queria era ter já o Estrela da Amadora na próxima temporada na I Liga. Não sendo isso possível, porque há escalões para cumprir, o tempo comandará as aspirações do dirigente.

"Obviamente não podemos dizer assumidamente que vamos subir à II Liga, porque não jogamos sozinhos. Queremos que isso aconteça o mais rapidamente possível. Mas temos de jogar domingo a domingo para tentar fazer com que os nossos objetivos sejam cumpridos. No final, veremos em que posição ficamos. Obviamente que este projeto só faz sentido se for para pensar a curto e médio prazo de voltar a colocar o Estrela da Amadora na I Liga", garantiu.

Para além do plano desportivo, a atual SAD está a trabalhar no sentido de adquirir o Estádio José Gomes, para que o futebol não saia da sua casa, mas as melhorias estão à vista.

"Foi nesse sentido que tentámos chegar a entendimento com o clube e conseguir fazer com que o futebol profissional continuasse aqui, revitalizámos toda a zona do relvado sintético, onde se encontram dois campos novos. Estamos a fazer um forte investimento nas infraestruturas, reabilitámos todas estas áreas de acesso e da tribuna presidencial, para aproximar os 'VIP's' dos adeptos desta época pós-covid-19. Estamos a prepararmo-nos e posicionarmo-nos para poder receber qualquer clube do mundo sem qualquer tipo de vergonha", admitiu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório