Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2021
Tempo
21º
MIN 13º MÁX 25º

Edição

Mercado origina foco de tensão entre FC Porto e Sérgio Conceição

Treinador não gostou da saída de Vítor Ferreira e está frustrado por Taremi ter sido o único dos reforços que pediu a chegar ao Dragão.

Mercado origina foco de tensão entre FC Porto e Sérgio Conceição

A temporada 2019/20 terminou em clima de euforia no Dragão, com a conquista do título nacional e uma série de elogios entre Sérgio Conceição e Jorge Nuno Pinto da Costa, deixando 'escancarada' a porta para a renovação do contrato do treinador, que termina em junho do próximo ano.

Um cenário completamente diferente daquele que se vive no 'reino' azul e branco neste momento, uma vez que, segundo foi possível ao Desporto ao Minuto apurar, o mercado de transferências acabou por provocar um foco de tensão entre treinador e estrutura do futebol.

O antigo internacional português tem vindo a ficar progressivamente mais frustrado com o rumo que o defeso está a tomar, numa altura em que o encontro com o Sporting de Braga, que marca o arranque da época, está a uma distância de pouco mais de uma semana.

Até ao momento, os azuis e brancos contrataram Cláudio Ramos, Carraça, Zaidu Sanusi, Evanilson e Mehdi Taremi. No entanto, destes cinco, apenas o internacional iraniano ex-Rio Ave foi um pedido expresso do técnico, que tinha outras prioridades em mente.

Sérgio Conceição continua a entender que há setores que têm que ser reforçados com urgência, entre eles o centro da defesa, onde pretende contar com um jogador de créditos firmados... como Nicolás Otamendi, que, esta quarta-feira, foi apontado como hipótese pelo jornal O Jogo.

Saída de Vítor Ferreira não ajudou

A 'gota de água' para Sérgio Conceição acabou por ser a já oficialmente anunciada transferência de Vítor Ferreira para o Wolverhampton, a título de empréstimo, com a 'armada lusa' de Nuno Espírito Santo a assegurar uma cláusula de opção de compra no valor de 20 milhões de euros.

Vitinha - como é conhecido no mundo do futebol - foi lançado, precisamente, pelo treinador do FC Porto no futebol sénior, tendo sido aposta por um total de 12 vezes no decorrer da última temporada, a última das quais no jogo da consagração dos novos campeões nacionais, que terminou com uma goleada, por 6-1.

Sérgio Conceição tinha elevadas expetativas para aquilo que a jovem promessa - completou 20 anos no passado mês de fevereiro - poderia fazer em 2020/21, pelo que não gostou de ver a estrutura azul e branca aceitar transferi-lo para Inglaterra, tal como foi noticiado pelo jornal A Bola.

Renovação continua 'em pé'

Este foco de tensão não coloca, no entanto, em causa a renovação do contrato de Sérgio Conceição, um desfecho que continua a ser o mais desejado, não só pela direção liderada por Jorge Nuno Pinto da Costa, como, inclusive, pelo próprio treinador.

O desconforto face ao mercado é, por estas horas, evidente, mas o técnico prefere que, neste momento, o foco seja colocado na aquisição de peças importantes para a equipa, até porque acredita que o vínculo será mesmo ampliado, mais cedo ou mais tarde.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório