Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2020
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 20º

Edição

Arouca congratula decisão "correta" do TAD que confirma subida à II Liga

A confirmação surgiu depois de o TAD negar provimento ao recurso do Olhanense, de acordo com o acórdão a que a Lusa teve acesso. A formação algarvia, que liderava a Série D do Campeonato de Portugal, contestou a decisão da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) de promover à II Liga Arouca e Vizela, as duas equipas com mais pontos no terceiro escalão, na sequência do cancelamento dos campeonatos devido à pandemia de covid-19.

Arouca congratula decisão "correta" do TAD que confirma subida à II Liga
Notícias ao Minuto

15:37 - 25/08/20 por Lusa

Desporto II Liga

O Arouca congratulou a decisão tomada hoje pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), que confirmou as subidas dos arouquenses e do Vizela à II Liga portuguesa de futebol, ao afirmar que era um veredito já esperado e "correto".

"Era a decisão que já era esperada. Estivemos sempre tranquilos em relação a este processo, sabíamos que a decisão tomada pela Federação [Portuguesa de Futebol] era a correta, é algo que não nos surpreende", disse à agência Lusa o diretor de comunicação, Joel Pinho.

A confirmação surgiu depois de o TAD negar provimento ao recurso do Olhanense, de acordo com o acórdão a que a Lusa teve acesso. A formação algarvia, que liderava a Série D do Campeonato de Portugal, contestou a decisão da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) de promover à II Liga Arouca e Vizela, as duas equipas com mais pontos no terceiro escalão, na sequência do cancelamento dos campeonatos devido à pandemia de covid-19.

"Não é uma questão de alívio, porque nunca estivemos muito preocupados que a decisão pudesse ser outra. Em momentos especiais, têm que ser tomadas medidas especiais, acho que a decisão foi a correta, tendo em conta a circunstância", apontou Joel Pinho.

A decisão arbitral tomada hoje do processo interposto pelo Olhanense à FPF tinha como contrainteressados Vizela e Arouca, pela subida de divisão, mas também Fafe, Lusitânia Lourosa, Praiense, Benfica de Castelo Branco e Real Massamá, que estavam na luta pela promoção e, desta forma, vão voltar a disputar o terceiro escalão.

Este acórdão foi aprovado por maioria, tendo o árbitro presidente João Miranda votado vencido, por considerar que "as decisões adotadas pela direção da FPF em 14 de maio de 2020 contenderem, de modo flagrante, com os princípios da igualdade, da imparcialidade, da proporcionalidade e da proteção da confiança".

Quando a competição foi suspensa, em 12 de março, e depois dada por concluída, em 08 de abril, o Vizela liderava a Serie A, com 60 pontos, e o Arouca era o primeiro da Serie B, com 58, enquanto o Olhanense comandava a Série D, com os mesmos 57 do Real Massamá, e o Praiense liderava a Serie C, com 53.

O Campeonato de Portugal é uma competição em duas fases. Na primeira, 72 clubes competem em quatro séries de 18 equipas. Os dois primeiros de cada série disputam, depois, um 'play-off' para encontrar os dois a indicar à II Liga.

No entanto, devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus, a prova foi interrompida em março, quando faltavam disputar nove jornadas da primeira fase e todos os clubes se encontravam com o mesmo número de jogos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório