Meteorologia

  • 08 AGOSTO 2020
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 31º

Edição

As notas do Sporting-Gil Vicente: Melhor leão da época movido a juventude

Os leões somaram, pela primeira vez esta época, quatro triunfos consecutivos.

As notas do Sporting-Gil Vicente: Melhor leão da época movido a juventude

O Sporting venceu, nesta quarta-feira à noite, o Gil Vicente, por 2-1, no encerramento da 29.ª jornada da I Liga, somando assim o quarto triunfo consecutivo, feito inédito na presente época.

Por sua vez, Rúben Amorim mantém-se invicto no campeonato nacional somando em 15 jogos, 13 vitórias e dois empates.

O treinador dos leões que voltou a apostar na fórmula da juventude e na sequência desta prática destaque para a estreia de mais dois ‘meninos’ na equipa principal do Sporting: a de Joelson Fernandes, já nos descontos, para o lugar de Sporar, e antes disso a de Tiago Tomás, aos 81 minutos, para o posto de Matheus Pereira. 

O leão não manteve a bitola alta durante todo o encontro, mas a postura no arranque do jogo acabou por dar frutos aos 21 minutos: Wendel desfeiteou a baliza de Denis, após assistência de Plata.

Desceram os ritmos dos ‘compassos’ verde e brancos e, concomitantemente, esse ritmo deu ânimo a um Gil Vicente que ainda assustou por duas vezes a baliza verde e branca: Sandro Lima marcou, mas em posição irregular, e depois foi Luís Maximiano a evitar males maiores.

Na etapa complementar, e numa montanha russa de ‘velocidades’, o leão voltou a acelerar e se à primeira Wendel permitiu a Denis brilhar, à segunda Plata arrombou mesmo o ‘cofre minhoto’, após uma oferta monumental de Claude.

O ‘felino’ voltou a colocar-se em ‘ponto morto’, mas sempre atento ao perigo que apenas surgiu, à beira do minuto 90, na sequência de uma falta infantil de Doumbia sobre Hugo Vieira. Rúben Ribeiro reduziu, mas sem tempo para qualquer risco de  ‘acidente’ de última hora na viagem leonina.

Confira as notas de destaque deste Sporting-Gil Vicente:

Figura do jogo: Wendel continua a ser um mestre dos 'compassos de ritmo' no jogo leonino. Se esteve magistral no passe, teve igualmente em destaque na hora de pautar o encontro. À margem disso foi decisivo na abertura do ativo em Alvalade e teve na etapa complementar uma soberana ocasião para fazer o 2-0.

Surpresa do jogo: Plata encanta e muito na maneira como desliza em campo. Mais rápido do que quase todos os adversários, foi uma 'serpentina' no lance do primeiro golo, após colocar várias gilistas no 'bolso', para na etapa complementar também colocar o seu nome entre os marcadores.

Desilusão do jogo: Claude foi um desastre em andamento. Fora da sua posição, o lateral direito dos gilistas somou um lance digno dos 'apanhados' na etapa complementar, após servir em 'bandeja de prata' para o golo.... de Plata

Treinadores:

Rúben Amorim continua a dar passos firmes e concretos em Alvalade. Mantém a invencibilidade dos leões no campeonato desde a retoma (quatro vitórias e um empate), sendo que o treinador verde e branco já começa a alinhavar um ‘onze-tipo’. Hoje apenas fez uma alteração forçada, comparativamente ao que alinhou diante do Belenenses SAD: saída de Jovane para a entrada de Rafael Camacho. Um ‘felino’ de mecanismos cada vez mais automatizados e que já sabe ‘gelar’ o encontro em momentos de maior desconforto. O triunfo nunca esteve ameaçado e no campo mental também já se vê muito trabalho de Rúben Amorim nestes jogadores.

Vítor Oliveira continua a ser um dos treinadores que mais problemas continua a causar aos ‘grandes’ do futebol português. Montou uma equipa bem organizada, mexeu no sentido de melhorar a estratégia arquitetada e conseguiu. Vítor Oliveira entrou em Alvalade de mangas arregaçadas e não saiu com resultado feliz, todavia ninguém pode acusar este ‘galo’ de não mostrar o músculo ao anfitrião.

Árbitro: Rui Oliveira cumpriu uma exibição tranquila em Alvalade. E o melhor elogio que se pode fazer é que nem se deu por ele. Bem no critério disciplinar, esteve igualmente certo nas duas decisões fulcrais do encontro: golo bem anulado a Sandro Lima, por fora de jogo, na primeira parte, e grande penalidade bem assinalada, a favor dos gilistas, já ao cair do pano, a punir uma falta de Doumbia sobre Hugo Vieira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório