Meteorologia

  • 13 JULHO 2020
Tempo
33º
MIN 22º MÁX 38º

Edição

Pinto da Costa condena ataque a autocarro do Benfica e diz-se "solidário"

Presidente do FC Porto defende que "quem fez isso tem que ser castigado".

Pinto da Costa condena ataque a autocarro do Benfica e diz-se "solidário"

Jorge Nuno Pinto da Costa juntou-se, este sábado, à onda de solidariedade para com o Benfica no seguimento do ataque levado a cabo contra o autocarro da equipa, na passada quinta-feira, após o empate sem golos na partida com o Tondela.

Em declarações prestadas aos jornalistas após depositar o seu voto no Dragão Arena - onde decorrem as eleições para a presidência do FC Porto - o líder máximo do conjunto azul e branco defendeu, tal como Luís Filipe Vieira, que os autores devem ser punidos.

"Vandalismo é sempre de criticar. Seja de onde seja, venha de onde vier. Lamento e estou solidário com os jogadores do Benfica. Quem fez isso tem que ser castigado", atirou o presidente dos dragões e candidato pela Lista A.

Pinto da Costa abordou, ainda, a corrida pelo título de campeão nacional, referindo que "todos os clubes vão perder pontos, agora quem perder menos será campeão", e enalteceu o facto de as eleições estarem a decorrer "com naturalidade, com grande afluência".

A terminar, o presidente do FC Porto admitiu que "é possível" que, um dia, venha a ser sucedido por André Villas-Boas: "É um sócio com as quotas em dia, não teve que ir a correr como alguns pagar cinco anos de atraso. Tem as quotas em dia, tem capacidade para isso. Se tem esse desejo e se sente motivado para isso, tem todo o direito e seria um bom presidente para o FC Porto".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório