Meteorologia

  • 25 MAIO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º

Arsenal anunciou corte salarial, mas Ozil recusou (e não foi o único)

Estalou o verniz em Inglaterra.

Arsenal anunciou corte salarial, mas Ozil recusou (e não foi o único)
Notícias ao Minuto

08:39 - 21/04/20 por Notícias Ao Minuto

Desporto Covid-19

O Aresenal anunciou, na noite de segunda-feira, que chegou a acordo com os jogadores e equipa técnica para um corte salarial de 12,5% que entrará em vigor já em abril. No entanto, Mesut Ozil, jogador com o vencimento mais alto, não aceitou o corte proposto pelos gunners, tal como mais dois jogadores cujas identidades ainda não foram reveladas. 

A informação está a ser amplamente difundida pela imprensa inglesa e o médio alemão faz manchete em quase todos os jornais desta terça-feira. 

Com um salário a rondar os 400 mil euros semanais, Ozil terá garantido que respeita a decisão dos colegas que aceitaram o corte salarial, mas deixou claro que quer perceber quais as reais repercussões da pandemia do novo coronavírus nas finanças do Arsenal. Só depois disso o antigo internacional germânico abdicará de parte do ordenado. 

Refira-se que o Arsenal comprometeu-se a devolver o corte salarial nas próximas temporadas. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório