Meteorologia

  • 31 MARçO 2020
Tempo
12º
MIN 6º MÁX 14º

Edição

Mourinho, sem poder de fogo, tenta fazer aquilo que não faz há seis anos

Treinador português lidera o Tottenham na receção ao RB Leipzig.

Mourinho, sem poder de fogo, tenta fazer aquilo que não faz há seis anos

A Liga dos Campeões está de volta e o Tottenham, de José Mourinho, recebe, esta quarta-feira, os alemães do RB Leipzig. A equipa inglesa procura um lugar nos quartos de final da prova milionária, ao mesmo tempo que o treinador português tenta quebrar um enguiço que dura há seis anos. A última vez que Mourinho conseguiu passar a fase dos oitavos de final da Champions foi na remota temporada de 2013/14, altura em que assinou a segunda passagem pelo Chelsea. 

Esta noite, Mourinho terá, assim, a possibilidade de inverter um ciclo negativo na maior prova europeia de clubes ainda que pela frente esteja uma equipa alemã que promete, também ela, lutar por um lugar na fase seguinte. 

Para além da valia do adversário, Mourinho tem ainda (mais) um problema. Para além de já não poder contar com o goleador Harry Kane desde o início deste ano, também viu Heung-min Son lesionar-se e desfalcar o plantel do Tottenham até final da temporada, segundo o próprio treinador português. 

Son é, neste momento, o segundo jogador com mais golos esta temporada ao serviço do Tottenham, com 16 tentos, menos um do que... Harry Kane (17). Ou seja, dos 68 golos marcados pelos spurs nesta temporada, Mourinho não pode contar com os autores de 33 destes tentos, o que equivale aproximadamente a 49%.

Harry Kane25 jogos17 golos
Heung-min Son32 jogos16 golos
Dele Alli 32 jogos8 golos
Lucas Moura33 jogos7 golos

Sem os principais artilheiros disponíveis, Mourinho pode ter de alterar o sistema tático e apostar num esquema com um 'falso 9'. Assim sendo, Dele Alli pode subir no terreno e ocupar zonas mais adiantadas, abrindo uma vaga no meio-campo. Essa mesma vaga poderá ser ocupada (e aproveitada) por Gedson Fernandes, jovem médio emprestado pelo Benfica à equipa inglesa no passado mês de janeiro

De qualquer modo, a responsabilidade de marcar golos na ausência das duas figuras maiores ficará a cargo de Dele Alli e Lucas Moura. O internacional inglês e o extremo brasileiro terão maior protagonismo nas escolhas de Mourinho, mas também acarretam maior responsabilidade e terão de ser, essencialmente, mais eficazes na hora de bater os guardiões adversários. Também Erik Lamela e o reforço Steven Bergwijn entram nesta equação. O argentino tem tido mais minutos desde a chegada de Mourinho ao comando técnico, ao passo que o internacional holandês foi uma aposta de peso na última janela de transferências. A ambos pede-se mais ocasiões de golos e, por consequência, que sejam mais decisivos e incisivos nas horas de maior aperto. 

O jogo desta noite, cujo apito inicial está agendado para as 20 horas, ajudará a decifrar a nova tática de Mourinho sem pontas de lança e também deixará em evidência o quão caro sairá ao Tottenham não ter contratado um '9' puro em janeiro

Registo de Mourinho durante os últimos seis anos na Liga dos Campeões 

2018/19Fase de gruposManchester United (deixou o clube em janeiro)
2017/18Oitavos de finalManchester United
2015/16Fase de gruposChelsea (deixou o clube em dezembro)
2014/15Oitavos de final Chelsea
2013/14Meias finaisChelsea

Registo de Mourinho na Liga dos Campeões 

149 jogos80 vitórias36 empates33 derrotas261 golos marcados135 golos sofridos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório