Meteorologia

  • 08 ABRIL 2020
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 21º

Edição

Nova oportunidade no Benfica. Samaris ou Florentino irão a jogo

Bruno Lage não vai poder contar com Julian Weigl (castigado) e com Gabriel (lesionado) para o jogo da 1.ª mão dos 16avos de final da Liga Europa.

Nova oportunidade no Benfica. Samaris ou Florentino irão a jogo

Haverá mexidas obrigatórias no onze do Benfica no próximo encontro referente à 1.ª mão dos 16avos de final da Liga Europa, frente ao Shakhtar Donetsk. Bruno Lage vê-se privado, na Ucrânia, da utilização de Gabriel, que está a contas com uma lesão ocular, e de Julian Weigl, que irá cumprir castigo após uma expulsão frente ao Sparta de Praga, ainda registada ao serviço do Borussia Dortmund.

Ora sem dois dos jogadores mais utilizados no meio-campo encarnado, Bruno Lage terá de apostar em Samaris ou Florentino, caso queira manter o modelo de jogo habitual. Taarabt é um dos jogadores em melhor forma nas águias e, portanto, deverá ser um dos utilizados diante da equipa treinada por Luís Castro na próxima quinta-feira.

Quem será um dos escolhidos para fazer companhia a Taarabt?

Começando por Samaris, o grego, apesar de não ser opção regular no onze de Bruno Lage, faz na grande maioria das vezes parte das escolhas do treinador do Benfica para entrar na partida, quando o objetivo é segurar o jogo, ter mais posse e povoar o meio-campo. Ao contrário de Florentino…

O jovem médio tem ficado por diversas vezes arredado das listas de convocados do Benfica, mas, ainda assim, quando é chamado, acaba por somar mais minutos do que aqueles que Samaris tem até ao momento.

Os números não mentem e Samaris conta neste momento com participação em 16 jogos do Benfica esta temporada, somando um total de 600 minutos realizados. Já Florentino entrou em 14 jogos esta época, menos dois do que o grego, apesar de somar mais 400 minutos. Até agora, ‘Tino’, como é habitualmente chamado por Lage, soma 1089 minutos.

O ponto a favor de Florentino

Bruno Lage foi sempre realizando algumas alterações nos onzes nos jogos da fase de grupos da Liga dos Campeões, relativamente aos jogos do campeonato. E Florentino foi chamado à titularidade por duas vezes nas competições europeias.

Apesar de estar há já algum tempo na sombra dos outros centro-campistas, entenda-se Gabriel, Weigl e Taarabt, Florentino foi opção em dois jogos da Champions e somou 180 minutos.

Uma competição onde, por exemplo, Samaris jogou apenas… 9 minutos. Isto serve para ter em conta que o treinador do clube da Luz, quando teve de optar por entregar a titularidade a um dos dois médios em jogos europeus, escolheu Florentino.

Samaris foi peça-chave… nesta altura

Mas não é só Florentino que tem pontos a favor. Se Florentino foi o mais utilizado nas provas europeias, Samaris foi um dos jogadores fulcrais na reviravolta que o Benfica operou na época passada para conquistar o campeonato.

Bruno Lage entrou para o comando técnico das águias em janeiro de 2019 e Samaris passou a ter outra vida no Benfica. O grego conquistou os adeptos com a maneira como disputa cada lance, a garra que demonstra e com a forma como galvaniza os seus companheiros.

Samaris é hoje visto pela maioria dos adeptos como um dos símbolos do clube, o que a muito se deve à entrada para o onze na época passada. E numa altura em que o Benfica não passa pelo melhor momento anímico, lançar o médio grego no onze pode fazer com que haja o desejado ‘click’ mental na equipa encarnada, que pretende voltar aos bons resultados e às exibições bem conseguidas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório