Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 28º

"No United deram-me o número 7, não tive possibilidade de escolher"

Jogador do Paris Saint-Germain diz que o seu número preferido é o 11, mas que nunca lhe foi dada oportunidade de usar esse número na sua passagem pelo Manchester Untied.

"No United deram-me o número 7, não tive possibilidade de escolher"
Notícias ao Minuto

14:08 - 04/02/20 por Notícias Ao Minuto

Desporto Dí María

Angel Di María, futebolista que atualmente veste as cores do Paris Saint-Germain, em declarações reproduzidas pelo site Goal, afirma que o facto de ter usado o número 7 na passagem pelo Manchester United não foi uma escolha sua.

Dizendo que sempre preferiu o número 11, o argentino, ex-Benfica, mostrou ter ficado incomodado com essa decisão por parte dos red devils.

"Porque fiquei com o número 11? Sinceramente, não sei. Quando cheguei vi que o número 11 estava disponível e pronto. É um número que usei muito quando era mais novo e estava ansioso por usá-lo novamente", atirou o futebolista de 31 anos. 

"No Real Madrid o número 11 já estava 'tomado' por isso fiquei com o 22. No Manchester United eles deram-me o número 7, não tive escolha. Gostaria de ter ficado com o 11, mas foi assim. Aqui [no PSG] tive a oportunidade de escolher, por isso escolhi o 11", atirou o argentino, falando depois sobre o facto de ter escolhido a equipa orientada por Tuchel para seguir carreira.

"Vim para cá com grande ambição e determinação de ser bem sucedido. Pouco a pouco, fui mostrando que era capaz, que podia ajudar o clube a conseguir grandes coisas. Tento sempre fazer o meu melhor para ajudar o clube a ser bem sucedido", afirmou o futebolista que já conta com 200 jogos pelo PSG.

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório