Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2020
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 19º

Edição

Luiz Phellype tarda em 'acordar' para 2020 e números já 'assustam'

Avançado brasileiro foi titular nos quatro últimos jogos do Sporting... mas não rematou uma única vez à baliza.

Luiz Phellype tarda em 'acordar' para 2020 e números já 'assustam'

Quatro jogos, três derrotas, seis golos sofridos e cinco marcados. 2020 ainda só arrancou há pouco mais de três semanas, e já está a ser um autêntico pesadelo para o Sporting, que, num ápice, viu-se eliminado da Taça da Liga e 'empurrado' para o quarto lugar do campeonato, a 19 pontos do líder, o Benfica.

O mais recente desaire teve lugar na Pedreira, onde perdeu diante do Sporting de Braga, por 1-2, no encontro que marcou o arranque da final four da Taça da Liga... e no qual Luiz Phellype voltou a ser um 'fantasma'.

Sem concorrência, o brasileiro voltou a ser aposta a titular de Jorge Silas, mas acabou por passar completamente ao lado da partida. Os números, de resto, não mentem: apenas 13 toques na bola... e zero remates à baliza.

A única vez que o antigo jogador do Paços de Ferreira tentou a sorte foi aos 42 minutos, quando, após passe de Bruno Fernandes, encheu o pé e 'disparou' bem longe da baliza à guarda de Matheus.

Zero remates à baliza e 58 toques na bola em quatro jogos

Este não foi, no entanto, o único jogo em que Luiz Phellype se mostrou 'apagado'. Aliás, desde o início do ano, o avançado do Sporting ainda não foi capaz de desferir qualquer remate à baliza, uma vez que as quatro tentativas que leva, ou foram ao lado, ou embateram num adversário.

Mas os 'assustadores' números do atleta natural de Minas Gerais não ficam por aqui. Nos quatro jogos em que participou em 2020 - frente a FC Porto, Vitória FC, Benfica e Sporting de Braga - ainda só tocou 58 vezes na bola.

Bruno Fernandes, por exemplo, só na partida disputada no Estádio Municipal de Braga, somou 53 toques na bola. O guarda-redes Luís Maximiano, que voltou a merecer a confiança de Jorge Silas, fê-lo por 49 vezes.

Já no que a dribles diz respeito, Luiz Phellype leva três tentativas nos quatro últimos jogos, tendo-as completando com sucesso em duas ocasiões.

  Remates (à baliza) Toques na bola Dribles (com sucesso)
Sporting-FC Porto 2 (0) 18 1 (1)
Vitória FC-Sporting 1 (0) 14 0 (0)
Sporting-Benfica 0 (0) 13 1 (1)
Sp. Braga-Sporting 1 (0) 13 1 (0)

Sporar é 'ameaça' a ter em conta

Como se não bastasse, a situação de Luiz Phellype pode piorar um pouco mais dentro em breve, face à contratação de Andraz Sporar por parte do Sporting, num negócio que rende cerca de sete milhões de euros aos cofres do Slovan Bratislava.

O internacional esloveno leva já 21 golos marcados em 26 jogos na presente temporada, o que representa uma clara vantagem face aos nove tentos assinados ao cabo de 25 encontros de Luiz Phellype com a camisola do Sporting.

O último jogo do avançado de 25 anos ao serviço do emblema esloveno foi, de resto, precisamente contra... o Sporting de Braga, a 12 de dezembro, que o conjunto português, então ainda orientado por Ricardo Sá Pinto, venceu por 4-2.

Sporar foi titular e, em três remates à baliza, assinou um golo. A isto há que acrescentar uma assistência, para o golo de Moha, e um total de 36 toques na bola. Números que servem de sério 'aviso' para Luiz Phellype...

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório