Meteorologia

  • 23 MARçO 2019
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Benfica - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

Bruno Lage: Os 'pecados' de Zagreb, os perdões e a receita do apuramento

Benfica defronta o Dínamo, esta quinta-feira, na Luz, na segunda mão dos oitavos-de-final da Liga Europa.

Bruno Lage: Os 'pecados' de Zagreb, os perdões e a receita do apuramento
Notícias ao Minuto

14:40 - 13/03/19 por Notícias ao Minuto 

Desporto Antevisão

Depois da derrota (0-1) na Croácia, na primeira mão, o Benfica está obrigado a alcançar uma reviravolta diante do Dínamo Zagreb, esta quinta-feira, na Luz, na partida da segunda mão dos oitavos-de-final da Liga Europa.

A grande novidade no derradeiro ensaio antes do encontro foi a inclusão de Fejsa. O médio está recuperado e aumenta assim o leque de opções para a posição 6.

Bruno Lage e Ferro fizeram a antevisão da partida ao início da tarde.

Bruno Lage

Estratégia: "É fazer os primeiros 30 minutos de Zagreb e aquilo o que temos vindo a fazer no campeonato. Fundamentalmente é isso: jogar bem, criar oportunidades de golos e dar a volta ao resultado desfavorável que neste momento é de 1-0."

Antevisão: "Já falámos o suficiente sobre o primeiro jogo, mas penso que estivemos muito bem na primeira meia hora e ao contrário do que o treinador adversário pensa, conhecemos ao detalhe aquilo que são os nossos adversários. Temos um trajeto muito curto, mas há coisas que não deixamos de fazer essa é uma delas. Esse é o trabalho dos treinadores: conhecer os adversários ao máximo e depois, em função das nossas competições, definir o melhor onze para jogar. Com a lesão do Seferovic, o nosso plano de jogo ficou algo condicionado. Agora temos que continuar o nosso caminho, a jogar bem e com qualidade, pois só assim podemos dar alegrias aos sócios."

Organização do Dínamo: "Como disse no final do jogo, não ficámos surpreendidos. A nossa estratégia passou por isso, por colocar o Gedson e o Krovinovic lado a lado com o médio defensivo, pois sabíamos que os dois médios-centro nos iriam pressionar muito à frente, e nunca perder a largura, com a máxima profundidade dos nossos laterais e o jogo entre linhas dos nossos avançados. Com a lesão do Seferovic perdemos o ataque à profundidade e passou a haver mais espaços para o Dínamo. É uma excelente equipa, com boa organização, bons valores individuais, e nós deixámos de fazer o nosso jogo a uma certa altura, mas com certeza temos uma ambição enorme de voltar a jogar bem e conseguir um resultado que nos permita seguir em frente na eliminatória." 

Gestão do plantel: "A gestão do plantel é em função do melhor onze. Se sentimos que há um jogador que pode não corresponder naquele onze, não o colocamos em campo. Por isso é que não falo em gestão de esforço. O futebol é um jogo onde, por vezes, se erra mais onde se acerta. Falando do Rúben Dias, é um jovem internacional, que quando as coisas correm bem vai para ali ou para acolá, mas quando correm mal, é um jogador que tem 12 ou 13 erros que já custaram pontos. Tem que haver um equilíbrio nas análises. O básico é isto: é eles correrem, trabalharem e quererem ser uma equipa. O Jonas, por exemplo, correspondeu, correu como um miúdo de 20 anos, lutou e deu-nos a vantagem no marcador no último jogo e é isto que eu tenho visto. Vinte jogadores a trabalharem e a quererem ser uma equipa e ninguém sofre mais do que eles quando erram. Isto é que vai fazer a diferente na carreira deles, é ter a capacidade para seguir em frente. É esta mentalidade que quero incutir aqui."

Estatísticas: "Vale o que vale... Mais importante são as oportunidades criadas. Aquela última da cabeçada fantástica do Jonas é mais uma. Eu prefiro olhar para o que a equipa produz. Penso que fizemos 26 remates, mas o mais importante é criar situações de finalização. Não criámos no jogo da primeira mão, mas já vos expliquei porquê."

Ferro

Antevisão: "Vamos jogar em casa, com o apoio dos nossos adeptos, e é sempre diferente. Vamos ver as coisas negativas que fizemos em Zagreb e tentar melhorá-las. E as positivas reforçá-las, se possível."

Erro de Rúben Dias no último jogo: "Não sou só eu que tenho que dar apoio ao Rúben. Claro que dou apoio, mas quando erra um, erra a equipa toda. Quando ganha, ganha a equipa toda. É verdade que empatámos o jogo, mas não se pode dizer que foi um erro do Rúben, pois ao longo dos 90 minutos não há apenas um erro."

Menos trabalho da defesa neste jogo: "Eles não podem vir cá tentar defender o resultado, pois não é assim tão tranquilo para o Dínamo. Também acho que não vão ter tanta pressão como no primeiro jogo, mas só amanhã vamos poder ver."

Segredo para a boa adaptação: "Todos os jogadores me ajudaram a adaptar-me e tenho que agradecer a todos. O segredo é trabalhar bem todos os dias para depois dar a melhor resposta nos jogos. Treinando bem, estamos prontos."

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório