Meteorologia

  • 24 MAIO 2019
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

I Liga - Os lances mais polémicos do principal escalão

Mais vídeos

CR7 não justifica tudo. Adeptos do Real Madrid estão fartos da sua equipa

Há dois dias o Estadio Santiago Bernabéu festejou o seu 71.º aniversário e, neste sábado, o coliseu madridista registou uma das piores entradas da sua história. Sinais dos tempos modernos em que o "aborrecimento" é a palavra forte na imprensa espanhola.

CR7 não justifica tudo. Adeptos do Real Madrid estão fartos da sua equipa
Notícias ao Minuto

08:46 - 16/12/18 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Análise

Depois de sagrar campeão europeu pela terceira vez consecutiva o Real Madrid começou a deparar-se com problemas 'rochosos' dos quais parece ter tremendas dificuldades em se desfazer.

Logo após a final de Kiev Cristiano Ronaldo mostrou intenções de sair, manifestando de forma clara que não era um jogador acarinhado na capital espanhola. Por isso, e outras razões à mistura, o internacional português lá acabou por embarcar até Turim, onde foi oficializado na Juventus a 10 de julho do presente ano civil.

Enquanto decorria a novela Ronaldo, Florentino Pérez deparou-se com o pedido de demissão de Zinedine Zidane. Sem o francês ao leme da equipa, a solução virou-se para Julen Lopetegui. Sem sucesso em território português e com os adeptos do FC Porto a não guardarem muitas saudades da passagem do técnico basco pela Invicta, uma história similar ocorreu em Madrid. Desta feita a duração do contrato foi bem mais reduzida. Lopetegui durou apenas quatro meses. Santiago Solari assumiu as rédeas da equipa de forma provisória, porém a crista dos bons resultados iniciais deu margem de manobra para o voto de confiança de Florentino Perez e da Junta Diretiva do Real Madrid. 

Mas o sol rapidamente desapareceu e as nuvens mais escuras voltaram a pairar no bastião blanco. Aliás, tudo começa no País Basco, com a contundente derrota do Real Madrid em Eibar (0-3). Por iguais números, os merengues sofreram a pior derrota da sua história nas competições europeias, diante de um modesto CSKA de Moscovo. E se já não houvesse assunto para encher tertúlias e debates desportivos, ainda apareceu a novela Isco para desenrolar  mais um mal-estar no condado do campeão europeu. Uns pedem a sua permanência, a maioria a sua saída.

Mas afinal quem está de saída são os adeptos. Há dois dias o Estádio Santiago Bernabéu celebrou o seu 71.º aniversário e, neste sábado, no dérbi frente ao Rayo Vallecano, apenas 55.229 espetadores marcaram presença no anfiteatro blanco. Uma partida na qual o Real Madrid não empolgou e os jornais espanhóis não demoraram a reagir: "O Bernabéu está farto"; "Este Real Madrid aborrece". 

Todavia, esta nem foi a pior entrada. Logo no jogo de estreia do campeonato, o Bernabéu registou apenas 48.446 espetadores, num recinto que tem capacidade para 80 mil pessoas. Aliás, este síndrome não é apenas de um jogo ou dois, uma vez que esta temporada apenas por uma vez o bastião dos madridistas recebeu mais de 70 mil adeptos e tal aconteceu no dérbi frente ao Atlético.

O Real Madrid faz agora uma pausa na Liga, onde mora à condição no terceiro lugar do campeonato a dois pontos do líder Barcelona, que ainda vai entrar em ação nesta ronda.  Segue-se o Mundial do Clubes, onde a missão é revalidar um título e sarar feridas que tardam a ter antibiótico salvador.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório