Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2018
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 14º

Edição

Benfica - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

"O Sporting sondou-me, mas em Portugal só poderia jogar no Benfica"

Lembra-se de Guilherme Siqueira? O brasileiro foi forçado a terminar a carreira de forma precoce devido a uma lesão no tornozelo. Em entrevista exclusiva ao Desporto ao Minuto, o lateral prefere olhar para o lado positivo da decisão tomada e recorda os episódios mais marcantes da sua passagem por Portugal.

"O Sporting sondou-me, mas em Portugal só poderia jogar no Benfica"
Notícias ao Minuto

08:03 - 15/10/18 por Francisco Amaral Santos 

Desporto Exclusivo

Guilherme Siqueira jogou em Portugal apenas durante uma temporada, mas o nome do lateral brasileiro deixou saudades entre os adeptos do Benfica. Aos 32 anos, Siqueira decidiu colocar um ponto final na carreira, numa decisão que acabou por ser precipitada pela lesão que contraiu no tornozelo. 

Em entrevista exclusiva ao Desporto ao Minuto, o antigo jogador das águias revela o lado mais positivo da decisão, aborda os planos para o futuro, recorda as histórias vividas em Portugal e admite ainda que foi sondado pelo Sporting. 

Pelo meio, o ex-jogador recorda a final da Liga Europa perdida para o Sevilha. Um jogo que ficou bem vincado na memória daquele que foi o dono da lateral esquerda do Benfica em 2013/14, não só pelo resultado registado mas também pelo facto de se ter lesionado e Jorge Jesus... não o querer tirar de campo.

Queria deixar o futebol e não que o futebol me deixasseComo foi esta decisão de colocar um ponto final na carreira? A lesão contraída foi decisiva para esta tomada de posição?

Foi uma decisão tranquila, bem pensada e com o apoio dos meus familiares. A lesão no tornozelo não me deixava sentir à vontade nos treinos. Foi uma retirada precoce, mas eu queria deixar o futebol e não que o futebol me deixasse. Foi o melhor a fazer.

No momento em que anunciou que se iria retirar dos relvados fê-lo de forma muito positiva. Que conselhos daria a quem passa ou pode vir a passar uma situação semelhante à sua? 

Não é uma decisão fácil. O encerramento de uma carreira não se planeia de um dia para o outro. Eu sempre pensei que esse momento chegaria e preparei-me para isso. O conselho que eu deixo é que não adiem a decisão quando a hora estiver prestes a chegar.

Quais os planos para o futuro? Sonha ser treinador, por exemplo? Ou quer ficar afastado do futebol? 

Eu tenho alguns projetos em mente, principalmente na área de agenciamento. A função de treinador é algo que não descartaria, mas quero estudar e preparar-me bem para isso.

Passou apenas uma época no Benfica mas deixou saudades no Estádio da Luz. Que recordações guarda dessa temporada? 

As melhores possíveis. Foi um dos melhores momentos da minha carreira. Conquistamos três dos quatro títulos que disputámos. Era um grupo fantástico que levo até hoje no meu coração.Quando o Jorge Jesus viu como estava a zona do golpe assustou-se bastante!

E a conquista desses três títulos? Ainda se recorda deles? 

Não dá para esquecer, foi uma temporada mágica. A festa dos adeptos benfiquistas nunca sairá da minha memória.

Ainda assim, o Benfica perdeu aquela final da Liga Europa em Turim... Ainda pensa nela? 

Sim! Foi um jogo onde tivemos oportunidade de sair com o título no tempo regulamentar, mas nas grandes penalidades não fomos felizes. Apesar da derrota, foi um grande jogo e mostrámos um ótimo trabalho.

Notícias ao MinutoSiqueira e Oblak chocaram... e o lateral brasileiro ficou com mazelas.© Reuters

Nessa partida, há aquela história curiosa de estar lesionado, mas o Jesus não o tirar de campo...  

No início do jogo eu tive um choque muito feio com o Oblak e joguei o resto da partida com uma dor incrível. Após os 90 minutos eu disse ao Jesus que não podia mais continuar. Ele disse que eu poderia andar em campo que ele não me iria tirar! (risos). Mas eu acabei por pedir para sair no primeiro tempo do prolongamento e após o jogo, quando ele viu como estava a zona do golpe, assustou-se bastante. Estava um hematoma enorme.

O que aprendeu com ele?

Juntamente com [Diego] Simeone, foram os dois melhores treinadores com que trabalhei. Estudioso, sério e inteligente. O Jorge Jesus consegue extrair o máximo de cada atleta. Aprendi muito com ele.

É verdade que ele lhe telefonou para ir para o Sporting? 

Eles fizeram-me uma sondagem sim, mas, em Portugal, não havia maneira de eu jogar em outra equipa que não fosse o Benfica.

Notícias ao MinutoSiqueira em ação pelo Benfica num duelo da Taça de Portugal diante do rival FC Porto. O antigo lateral brasileiro vestiu a camisola das águias em 33 ocasiões, tendo marcado um golo.© Global Imagens

Que recordações guarda de Lisboa e Portugal? 

Lisboa é uma cidade em que gostei muito de morar. Com certeza será um trajeto que farei com frequência, seja em trabalho ou lazer. Portugal recebeu-me de braços abertos e sou grato a isso.

Ainda sente o carinho dos adeptos do Benfica?

Muito. É uma massa adepta fantástica e que realmente ajuda a equipa na procura das vitórias! Agora sou um adepto e estarei nas bancadas em todas as oportunidades que tiver.

Faltou vestir a camisola do Brasil, mas isso nunca me tirou o sono

Ainda mantém contacto com jogadores do Benfica? O Jardel, por exemplo, deixou-lhe uma mensagem no Instagram depois da sua despedida do futebol... 

Sim. Falo com eles sempre! O Jardel é um grande amigo e até nascemos na mesma cidade. Foi um grupo que me marcou, dentro e fora de campo. São pessoas que levarei para sempre na minha vida.

Falando um bocadinho do seu percurso no futebol, acha que faltou alguma coisa na sua carreira?

Acho que faltou apenas vestir a camisola da seleção brasileira, mas foi uma coisa que nunca me tirou o sono. Eu olho para trás e tenho orgulho de tudo que fiz no futebol. Fui muito feliz e só tenho de agradecer aquilo que o futebol me proporcionou.

Arrepende-se de alguma escolha ou decisão tomada ao longo da sua carreira? 

Nada. Faria tudo novamente. Sempre pensei muito e bem antes de tomar qualquer decisão.

Que mensagem gostaria de deixar a todos os que seguiram a sua carreira e que estiveram ao seu lado?

Um Obrigado! Só tenho a agradecer o carinho que sempre recebi dos adeptos durante a minha carreira. Estou muito feliz com as mensagens após o anúncio da minha retirada. Isso mostra que andei pelo caminho certo. Um grande abraço a todos e nos voltaremos a reencontrar-nos em breve.

Holanda-França defrontam-se e é tudo ou nada para a Holanda. Será que os campeões do Mundo se aguentam? Aposte 20€ sem risco e ganhe 112€, como o jogo vai estar empatado ao invervalo, mas no fim a Holanda ganha!!

Múltipla Liga das Nações: Aposte 20€ sem risco como o Holanda, Eslováquia e País de Gales vão ganhar e ganhe 407,8€! 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório