Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2019
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

"Benfica tem sido atacado de forma completamente inexplicável e injusta"

Vice-presidente dos encarnados garante que, se a decisão não for revogada, o clube da Luz vai recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto.

"Benfica tem sido atacado de forma completamente inexplicável e injusta"

O vice-presidente do Benfica, Varandas Fernandes, não se conforma com o castigo imposto ao Benfica de um jogo à porta fechada. Para o dirigente, o clube da Luz está a ser alvo de um verdadeiro ataque e esta não é mais do que uma punição "inexplicável e injusta".

"Quando é atacado da forma como tem sido nos últimos tempos, o Benfica defende-se respeitando a lei e de forma que considera ajustada, com princípios e argumentos. O Benfica é um clube com muita história, com muitos pergaminhos e que já deu muito ao país. É um clube com tradição e não é qualquer pessoa ou organismo que ataca o Benfica como temos sido atacados nos últimos tempos, de forma completamente inexplicável e injusta", começou por dizer o dirigente, em declarações à rádio Renascença.

"Se não for revogada esta decisão vamos recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto, e se não for revogada vamos ainda mais longe, ou seja, o Benfica vai acionar todos os meios legalmente ao seu dispor com vista a reverter esta decisão, que no nosso entender é contrária à lei, inexplicável e desajustada. Não pode haver dois pesos e duas medidas", acrescentou, deixando uma palavra aos adversários: "Lamento, de forma profunda, que haja situações noutros jogos… Vejo semanalmente situações de invasões, agressões, arremesso de tochas até para a própria equipa e nada acontece…."

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório