Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Matthaus diz que rendimento de Ozil esteve na origem da renúncia

Antiga glória germânica considera que o jogador não tem conseguido ter rendimento na Mannschaft e que isso terá precipitado a sua decisão de abandonar a equipa nacional.

Matthaus diz que rendimento de Ozil esteve na origem da renúncia

Mesut Ozil anunciou esta semana que não irá continuar a representar o seu país. O internacional alemão, campeão do Mundo em 2014, alegou que na base da sua decisão estiveram pressuposto racistas contra si, dizendo mesmo que se sentia discriminado.

Em declarações reproduzidas pelo Mundo Deportivo, Lothar Matthaus, antiga glória do futebol germânico, considerou que na sua opinião esta decisão se ficou a dever ao baixo rendimento do jogador na seleção.

"Mesut fez um bom trabalho na seleção durante muitos anos, mas no último ano e meio não teve ao mesmo nível que esteve contra o Brasil e Argentina quando vencemos o Mundial de 2014", começou por referir o ex-atleta.

"Não há absolutamente nenhum problema de racismo na federação alemã. Temos muitas influência de fora da Alemanha e recebemos jogadores de todo o mundo durante anos", continuou Matthaus.

"Mesut representou a equipa nacional durante dez anos, à semelhança de Sami Khedira, Jerome Boateng, Serge Gnabry.... e tantos outros jogadores", defendeu o antigo jogador refutando a possibilidade de discriminação ao futebolista do Arsenal.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório