Meteorologia

  • 24 JULHO 2024
Tempo
36º
MIN 20º MÁX 37º

Investigador João Pedro Monteiro diretor interino do Museu do Azulejo

O investigador João Pedro Monteiro foi nomeado diretor interino do Museu Nacional do Azulejo (MNAz), em Lisboa, confirmou à agência Lusa fonte da empresa pública Museus e Monumentos de Portugal (MMP).

Investigador João Pedro Monteiro diretor interino do Museu do Azulejo
Notícias ao Minuto

20:20 - 10/07/24 por Lusa

Cultura Museus

A nomeação foi anunciada na página do museu na rede social Facebook durante a tarde de hoje e confirmada à Lusa pela MMP, indicando que o investigador e historiador nomeado iniciou funções de direção do MNA em 18 de junho.

Técnico superior do museu desde 1988, onde foi responsável pelo Departamento de Investigação, João Pedro Monteiro sucede ao historiador de arte Alexandre Pais, nomeado em maio pelo Ministério da Cultura para presidente da MMP.

"É uma escolha segura, pois trata-se do quadro mais antigo do museu, com formação sólida na temática do azulejo e com obra reconhecida dentro e fora da instituição", justifica Alexandre Pais, presidente da MMP, numa declaração enviada à agência Lusa por correio eletrónico.

Nascido em 1962, João Pedro Monteiro é licenciado em História, fez uma pós-graduação em Arte Património e Restauro e o Curso de Alta Direção em Administração Pública do Instituto Nacional de Administração (INA).

No Departamento de Investigação do MNA, desenvolveu projetos na área da azulejaria e faiança portuguesas que resultaram em exposições temporárias, e comissariou exposições de divulgação do azulejos português, no país e no estrangeiro, segundo os dados biográficos divulgados.

Entre outras exposições comissariou a "Real Fábrica de Louça, ao Rato" (2003) e "António Capucho. Retrato do homem através da coleção. Cerâmica portuguesa do século XVI ao século XX" (2005).

Colaborou no projeto de exposição documental itinerante "A Arte do Azulejo em Portugal", a convite do Instituto Camões (2000).

No estrangeiro, comissariou, no Brasil, "As Coleções do Museu Nacional do Azulejo de Lisboa" (2008), na Galeria de Arte do Serviço Social da Indústria (SESI), em São Paulo, e "Figuras e Padrões. A encomenda do azulejo em Portugal do século XVI à atualidade" (2010), no Museu Óscar Niemeyer, em Curitiba.

Em Espanha, foi o comissário da mostra "El azulejo en Portugal. Lugar de encuentro de culturas" (2009), na Fundação Mercedes Calles y Carlos Ballestero, em Cáceres.

Leia Também: Madrid aconselha turistas a refugiarem-se nos museus nas horas de calor

Recomendados para si

;
Campo obrigatório