Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 16º

Câmara de Lisboa garante Passe Cultura até ao final de 2023

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa congratula-se com a “adesão expressiva dos lisboetas” a esta medida.

Câmara de Lisboa garante Passe Cultura até ao final de 2023
Notícias ao Minuto

21:14 - 28/06/23 por Marta Amorim

Cultura Lisboa

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) aprovou, esta tarde, por unanimidade, a manutenção do Passe Cultura até 31 de dezembro.

A medida introduzida em dezembro de 2022, possibilita o acesso, de forma gratuita, pelos jovens até aos 23 anos e pelos munícipes com idade igual ou superior a 65 anos, aos 47 equipamentos culturais do universo municipal - entre museus, teatros e monumentos, entre outros.

Tal como o Notícias ao Minuto já tinha revelado, a medida terminaria a 30 de junho.

Nos primeiros 6 meses e meio – entre 1 de dezembro 2022 e 15 de junho 2023 – aderiram a esta medida 8565 pessoas, sendo 5993 até aos 23 anos e 2572 com 65 anos ou mais. Dos equipamentos com maior procura destacam-se o Lu.Ca – Teatro Luís Camões, o São Luiz Teatro Municipal, o Padrão dos Descobrimentos e o Museu de Lisboa – Palácio Pimenta.

Segundo a CML, comparando a distribuição dos dois grupos etários abrangidos pelo Passe Cultura pelos diferentes equipamentos culturais, verifica-se que o Lu.Ca e o Teatro Bairro Alto se destacam entre os mais jovens, enquanto o São Luiz Teatro Municipal, o Museu de Lisboa – Palácio Pimenta e o Atelier-Museu Júlio Pomar se destacam nos visitantes com maior idade.

A adesão corresponde a 2% do público total e, simultaneamente, a um incremento de 2% de público face ao período homólogo de 2022, o que traduz uma adesão significativa dos lisboetas.

Por esse motivo, refere a Câmara Municipal de Lisboa, decidiu alargar esta medida até ao final do ano, "reforçando a comunicação nos equipamentos em que se registou menor procura".

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa congratula-se com a “adesão expressiva dos lisboetas” a esta medida.

“O Passe Cultura constitui um investimento muito relevante para estimular a criação de hábitos de fruição cultural e para possibilitar um maior e mais facilitado acesso às expressões culturais por parte do público mais jovem e do público com mais idade”, afirma Carlos Moedas, considerando que “este é mais um contributo para fazer de Lisboa uma cidade onde a Cultura é para todos”.

“A medida cumpre o principal objetivo de promover o acesso aos equipamentos culturais e respetiva programação, incentivando o acréscimo e a formação de públicos e a democratização da fruição cultural”, refere, por sua vez, o vereador da Cultura, Diogo Moura.

Leia Também: Santarém recebe Mostra MU! no fim de semana

Recomendados para si

;
Campo obrigatório