Meteorologia

  • 05 FEVEREIRO 2023
Tempo
15º
MIN 8º MÁX 18º

Há três países a não regressar ao Festival da Eurovisão em 2023

Apesar das três desistências, 37 países irão participar no maior concurso de música da Europa

Há três países a não regressar ao Festival da Eurovisão em 2023

A União Europeia de Radiodifusão (UER) confirmou, esta quinta-feira, que 37 países farão parte da 67.ª edição do Festival Eurovisão da Canção, que se realiza entre os dias 9 e 13 de maio de 2023, em Liverpool, na Inglaterra. São menos três países do que os 40 que participaram na edição deste ano.

As emissoras públicas da Macedónia do Norte e de Montenegro já tinham anunciado no início da semana que não iriam participar no evento e a BNT, da Bulgária, oficializou a decisão hoje.

Segundo a RTCG, estação estatal de Montenegro, em causa estão “os custos significativos” da participação e da estadia no Reino Unido. “Decidimos canalizar os recursos existentes para o financiamento de projetos nacionais”, justificou a emissora à BBC.

Já a MRT, da Macedónia do Norte, atribuiu a desistência “ao aumento da verba para a participação”, além da crise energética no país. Por sua vez, a BNT não justificou a sua decisão.

Montenegro já participou 11 vezes no certame como país independente, tendo ficado de fora em 2010, 2011 e 2021. Das 11 participações, só conseguiu chegar à final duas vezes - em 2014 e 2015.

A Macedónia do Norte estreou-se em 1996 e participou 20 vezes desde então. O melhor resultado - um oitavo lugar - surgiu em 2019 com o tema ‘Proud’ de Tamara Todevska.

A Bulgária entrou no concurso em 2005 e já competiu 13 vezes. Em 2017 esteve perto da vitória, com ‘Beautiful Mess’ de Kristian Kostov, sendo apenas ultrapassada pela portuguesa ‘Amar Pelos Dois’ de Salvador Sobral.

Apesar das três desistências, 37 países irão participar no maior concurso de música da Europa. São eles: Albânia, Alemanha, Austrália, Arménia, Áustria, Azerbaijão, Bélgica, Croácia, Chipre, Dinamarca, Estónia, Eslovénia, Espanha, Finlândia, França, Geórgia, Grécia, Islândia, Irlanda, Israel, Itália, Letónia, Lituânia, Malta, Moldova, Noruega, Países Baixos, Polónia, Portugal, República Checa, Reino Unido, Roménia, São Marino, Sérvia, Suécia, Suíça e Ucrânia.

A União Europeia de Radiodifusão (UER) e a BBC revelaram, em julho, que o Reino Unido irá receber o festival no próximo ano, apesar de a Ucrânia ter vencido a edição anterior. Em causa estiveram incertezas sobre se o país teria condições para receber o evento por causa da invasão russa.

Recorde-se que a banda ucraniana Kalush Orchestra venceu a 66.ª edição do Festival Eurovisão da Canção, no dia 14 de maio, em Turim, Itália. O tema 'Stefania' arrecadou um total de 631 votos, combinados entre votos do júri e do público.

Leia Também: É oficial! Liverpool recebe a 67.ª edição do Festival Eurovisão da Canção

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório