Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2022
Tempo
28º
MIN 19º MÁX 28º

Mealhada quer ser capital do jazz com festival nos dias 2 e 3 de setembro

A Mealhada quer transformar-se na capital do jazz nos dias 02 e 03 de setembro, propondo um festival com um programa "de qualidade diferenciadora", que vai do jazz puro ao jazz mais irreverente, revelou hoje a Câmara Municipal.

Mealhada quer ser capital do jazz com festival nos dias 2 e 3 de setembro
Notícias ao Minuto

15:36 - 04/08/22 por Lusa

Cultura Mealhada

"A nossa meta é fazer da Mealhada, durante os dias deste festival, uma capital, ainda que transitória, do jazz em Portugal", disse o vereador da Cultura da Câmara Municipal daquela cidade do distrito de Aveiro, Gil Ferreira.

Durante a conferência de imprensa de apresentação da 5.ª edição do Meajazz, que irá decorrer nos dias 02 e 03 de setembro, no Luso, o autarca indicou que é pretensão deste município constituir este festival como uma referência nacional ao nível do jazz.

"Procurámos balancear duas dimensões, de um jazz mais acessível com um jazz que corresponda às tendências e próprias dinâmicas do jazz de hoje no panorama nacional", sublinhou.

De acordo com Gil Ferreira, o programa foi ainda pensado para envolver a comunidade no ambiente de festa proporcionado pelo festival, enquanto espetador, mas também como participante.

Para os dois dias do MeaJazz, promovido pela Câmara Municipal da Mealhada e com entrada gratuita, "as propostas diferenciadoras" incluem três projetos musicais portugueses e um luso-alemão.

No dia 02 de setembro atua o quarteto "Coisas do Jazz", seguindo-se "Suzie and the boys".

Já para o dia 03 de setembro, está previsto um 'workshop' de dança jazz, com a professora Carolina Piedade, para além de animação de rua com Dixie Gringos.

À noite, terá lugar a atuação do quinteto Inquiet'Ensemble, seguindo-se a trompetista Jéssica Pina.

Aos jornalistas, a vice-presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Filomena Pinheiro, destacou, que este será "um grande momento cultural na vida da Mealhada".

"O MeaJazz é já uma marca importante para o mundo da cultura, em especial da música. Com este programa e música, pretendemos desafiar e motivar os que estão no território e podem fazer igual ou melhor no futuro", concluiu.

Leia Também: Cerca de 43 mil pessoas passaram pelo festival Cool Jazz em Cascais

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório