Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2022
Tempo
31º
MIN 16º MÁX 32º

Exposição de arte ao ar livre ‘As Estrelas do Caminho’ chega a Portugal

Os murais serão pintados em fachadas ou pontes e, no total, a exposição terá uma extensão de 230 quilómetros.

Portugal vai receber uma icónica exposição ao ar livre, distinta pela sua extensão de quilómetros, que compreende o Caminho Português, entre o Porto e Santiago de Compostela, com paragens em Matosinhos, Barcelos, Ponte de Lima e Rubiães, intitulada de ‘As Estrelas do Caminho’.

Começou com 140 quilómetros, que agora se alargaram para 230, numa uma homenagem "aos peregrinos que mantêm vivo o espírito do Caminho de Santiago num Xacobeo".

A artista galega Lula Goce e o artista português Daniel Eime irão retratar nove protagonistas em murais de nove etapas do Caminho Português, sendo que há um moral, em Rubiães, que já está finalizado, onde se pode apreciar um trabalho dedicado a Joaquim Sá, atleta português de 74 anos, que fez o percurso de ida e volta do caminho várias vezes.

Também Andrea Gonzalez, de Tuí, pianista e gestora cultural premiada que entrou no ranking das 100 Melhores Mulheres Líderes em Espanha, será homenageada, assim como o sineiro Enrique Ocampo, natural de Caldas de Reis, que moldou os sinos da Catedral de Santiago.

A Gerente de Cultura, Gastronomia e Origem da Estrella Galiza, Goretti Castro, comentou, em comunicado, que este caminho "não pode ser compreendido sem as pessoas que fizeram dele a experiência que ele é, e que tem sofrido ao longo dos séculos", explicando que, por esse motivo, o diálogo é "um dos temas centrais da exposição, promovendo a ideia de uma experiência de colaboração e irmandade entre povos, culturas e pessoas".

Em 2021, a exposição decorreu nas últimas sete etapas do Caminho Francês, um dos caminhos de Santiago mais populares. Este ano, os murais serão pintados em fachadas ou pontes, focados em nove pessoas cada uma com a sua história e desafios, porém todas "ligadas ao Caminho, à tradição e à terra".

Em Espanha, as paragens que os peregrinos terão que fazer para apreciarem as pinturas serão em Tui, O Porriño, Pontevedra, Caldas de Reis e Padrón. O objetivo desta exposição entre Portugal e Espanha, é também promover a ligação entre pessoas de diferentes nacionalidades "que partilham uma multiplicidade de experiências na sua viagem a Santiago de Compostela".

Leia Também: Concertos ao ar livre e à luz das velas regressam a Lisboa este Verão

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório