Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

'Arquipélago de Escritores' deve motivar geração literária

O presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Pedro Nascimento Cabral, espera que a quarta edição do evento literário "Arquipélago de Escritores" seja um fator de "dinamização" das novas gerações para promover a criação literária.

'Arquipélago de Escritores' deve motivar geração literária
Notícias ao Minuto

21:24 - 25/11/21 por Lusa

Cultura Pedro Nascimento Cabral

Pedro Nascimento Cabral, que falava no salão nobre da Câmara Municipal de Ponta Delgada, na apresentação deste encontro literário, que o município promove, referiu que se o evento "assume também a condição de homenagem aos poetas que marcaram a história e um retrato dos Açores, também tem de servir de dinamização e motivação para as gerações mais novas olharem para este evento, identificarem-se e despertar consciências".

O autarca pretende que este encontro "promova a criação literária dos Açores e, no caso concreto, de Ponta Delgada", sendo que a Câmara Municipal, ao associar-se ao evento, quer "deixar o sinal de que a cultura não é algo que está na estratosfera, inalcançável a cada um, existindo e praticando-se todos os dias".

Pedro Nascimento Cabral aludiu à designação do encontro literário para salvaguardar que "não é esquecida a condição geográfica de arquipélago, de nove ilhas e com cultura literária distinta em cada uma".

Nuno Costa Santos, da direção do evento literário "Arquipélago de Escritores", disse que o encontro visa "fazer justiça à melhor escrita e aos nomes que merecem outro reconhecimento e uma celebração mais alargada".

Pretende-se ainda "estimular a renovação das escritas [açorianas], cada vez mais diversas, e aprofundar a vocação dos Açores como lugar de encontro culturais vários, como sitio que convida a conversas e outras cumplicidades".

O responsável apontou que lhe move a "meta maior, que atravessa todo o movimento, de favorecer a aproximação entre escritores e leitores e de contribuir para fazer dos livros um pretexto para conversar sobre o mundo".

Pela primeira vez, o evento decorre em Ponta Delgada, de 25 a 28 de Novembro, e Angra do Heroísmo, de 2 a 5 de Dezembro, estando presente em bibliotecas, cafés, museus, restaurantes e hotéis, entre outros locais.

Segundo a organização do encontro literário, neste ano será prestada homenagem ao poeta Mário Machado Fraião, nascido no Faial, estando presente o escritor americano Salvatore Scibona e os portugueses Bruno Vieira Amaral, Isabel Lucas, João Pedro Porto e Inês Fonseca Santos, entre outros.

Está agendado um concerto dos micaelenses The Quiet Bottom, a exibição do filme "Poesia Sem Fim", do chileno-francês Alejandro Jodorowsky, e o lançamento nacional do romance "O Pirata das Flores", de Tiago Salazar, com base nas aventuras corsárias de António de Freitas, um açoriano da ilha das Flores que, no século XIX, fez fortuna em Macau, e voltou para a sua ilha.

Leia Também: Projeto para os mais novos 'Contraconto' salta da rádio para os palcos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório