Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2021
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Acra nomeada Capital Mundial do Livro da UNESCO em 2023

A cidade ganesa de Acra foi nomeada Capital Mundial do Livro da UNESCO 2023, pelo seu "forte enfoque nos jovens e no seu potencial para contribuir para a cultura e riqueza do Gana", foi hoje anunciado.

Acra nomeada Capital Mundial do Livro da UNESCO em 2023
Notícias ao Minuto

14:55 - 22/09/21 por Lusa

Cultura UNESCO

"Depois de Guadalajara (México) em 2022, a cidade de Acra foi selecionada pelo seu forte enfoque nos jovens e no seu potencial para contribuir para a cultura e riqueza do Gana. O programa proposto por Acra procura usar o poder dos livros para envolver estes jovens, como uma forma eficaz de qualificar a próxima geração", lê-se num comunicado da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

A capital do Gana, na África Ocidental, foi selecionada como Capital Mundial do Livro da UNESCO para 2023, pela diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay, na sequência da avaliação do Comité Consultivo da Capital Mundial do Livro.

Segundo a mesma nota, a cidade propôs ao comité um amplo programa que visa grupos marginais com elevados níveis de analfabetismo, incluindo mulheres, jovens, migrantes, crianças de rua e pessoas com deficiência.

Os preponentes sustentam que ao defender o setor editorial e outras indústrias criativas, está-se também a "encorajar o desenvolvimento de competências profissionais para estimular a transformação socioeconómica do país".

As medidas a desenvolver, no âmbito desse plano, incluem o reforço das infraestruturas escolares e comunitárias e o apoio institucional à aprendizagem ao longo da vida, a fim de fomentar a cultura da leitura.

Introdução de bibliotecas móveis para alcançar grupos marginalizados, realização de oficinas para promover a leitura e escrita de livros em diferentes línguas ganeses, criação de competências e centros de formação para jovens desempregados e organização de concursos para mostrar as artes e cultura ganeses e promover a inclusão são algumas das atividades previstas no programa.

A candidatura de Acra inclui também "uma forte dimensão de direitos humanos, que visa sensibilizar o público para a liberdade de informação e expressão, com base na sua própria promoção destes direitos, bem como o seu envolvimento no Dia Mundial da Liberdade de Imprensa".

O ano das celebrações terá início a 23 de abril de 2023, no Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor.

As cidades designadas como Capital Mundial do Livro da UNESCO comprometem-se a promover livros e leitura para todas as idades e grupos populacionais, dentro e fora das fronteiras nacionais, e a organizar um programa de atividades para o ano.

Acra é a 23.ª cidade a ter o título, desde 2001, seguindo-se a Guadalajara (2022) e Tbilisi (2021).

Anteriormente foram nomeadas Madrid (2001), Alexandria (2002), Nova Deli (2003), Anvers (2004), Montreal (2005), Turim (2006), Bogotá (2007), Amesterdão (2008), Beirute (2009), Liubliana (2010), Buenos Aires (2011), Erevan (2012), Banguecoque (2013), Port Harcourt (2014), Incheon (2015), Wroclaw (2016), Conakry (2017), Atenas (2018), Sharjah, (2019) e Kuala Lumpur (2020).

O Comité Consultivo Mundial do Livro da UNESCO é composto por representantes da Associação Internacional de Editores, da Federação Internacional de Associações de Bibliotecas, do Fórum Internacional de Autores e da UNESCO.

Leia Também: Quatro filmes portugueses no Festival Internacional de Ghent

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório