Meteorologia

  • 05 AGOSTO 2021
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

'Citações e Pensamentos de José Saramago', uma forma de relembrar o génio

Esta sexta-feira, 18 de junho, completam-se 11 anos desde a morte de José Saramago, o único vencedor português do Nobel da Literatura. Assinalamos a data com uma apresentação do livro 'Citações e Pensamentos de José Saramago', trabalhado por Paulo Neves da Silva, onde pode recordar alguns pensamentos do génio literário.

'Citações e Pensamentos de José Saramago', uma forma de relembrar o génio

"Há quem leve a vida inteira a ler sem nunca ter conseguido ir mais além da leitura, ficam pegados à página, não percebem que as palavras são apenas pedras postas a atravessar a corrente de um rio, se estão ali é para que possamos chegar à outra margem, a outra margem é que importa (...)."

O excerto é d‘A Caverna’ e nele diz-nos José Saramago que as palavras de um texto encerram significados além da história que contam e podem, portanto, ser lidas e pensadas de forma independente, depois de terminada a leitura e pousado o livro. Este é o sentido do novo lançamento da Contraponto, ‘Citações e Pensamentos de José Saramago’, um compêndio de 640 citações para relembrar ou apresentar o génio do único Prémio Nobel de Literatura português.

Paulo Neves da Silva, profissional da área  do  desenvolvimento de  software e um apaixonado pela leitura, duas paixões que uniu através da página ‘Citador’, edita, assim, o seu vigésimo livro de ‘Citações e Pensamentos’, desta feita dedicado a José Saramago. A publicação deste volume acontece a um ano da comemoração do centenário do nascimento do escritor, que se celebrará a 16 de novembro de 2022, mas não foi este o motor da publicação.

“Já há vários anos que gostaria de ter feito este livro de José Saramago, mas, obviamente, tem direitos de autor”, explicou, ao Notícias ao Minuto, indicando que a passagem da coleção do escritor para a Porto Editora [da qual faz parte a Bertrand e sua chancela, a Contraponto] facilitou a ponte com os herdeiros de Saramago e a sucessiva autorização.

Os critérios utilizados para reunir os 20 breves textos e as 640 citações, enquadradas em 280 temas, estão em linha com edições anteriores: “Algo que, fora do contexto do livro, faça passar determinada ideia e que faça sentido. Procuro sempre algo que seja universal, independentemente do autor”.

Notícias ao Minuto'Citações e Pensamentos de José Saramago' está à venda nos locais habituais© Contraponto  

Fã confesso de Saramago, Paulo Neves da Silva voltou a ler as suas obras para a compilação deste livro, admitindo que, como qualquer leitor, é difícil, por vezes, abstrair-se da leitura. “Eu não consigo encarar estas duas funções ao mesmo tempo. Ou eu estou a ler um livro e a desfrutar daquele enredo - posso tropeçar numa frase ou outra - ou abordo de outra forma, à procura de passagens ou citações”.

'O Citador', uma referência em Portugal com mais de 20 anos

Paulo Neves da Silva, licenciado em Matemáticas Aplicadas, iniciou o projeto ‘Citador’ no ano 2000. “Comecei a perceber que muita coisa que eu lia, determinados excertos, que seriam interessantes partilhar com outras pessoas, ideias interessantes para serem lidas, para se refletir sobre elas. Não necessariamente como verdades feitas, mas sim pela forma como são expostas”, explicou.

O informático sublinha que “é impossível ler tudo o que há de interessante para ler” e que as citações são uma porta de entrada para autores ou obras que não se conheçam. A página “começou com frases curtas e, depois, evoluiu para textos temáticos”, algo que a diferencia das restantes páginas de citação - para além da preocupação em verificar a veracidade e a origem das citações e excertos que publica.

“No fundo, o ‘Citador’ tem um duplo objetivo. Por um lado, partilhar texto e citações de forma a que as pessoas possam ler, analisar, abrir os horizontes. E, também, contribuir para que determinados autores sejam lidos, através da divulgação de excertos dos seus textos. Tem havido autores que têm agradecido pela partilha”, indica.

Paulo Neves da Silva edita, com Saramago, o seu vigésimo livro dedicado a autores portugueses. Recorda os volumes dedicados a Fernando Pessoa e Agostinho da Silva como aqueles que tiveram mais sucesso.

Sublinhe-se que a 16 de novembro próximo, dia em que o escritor que venceu o Nobel da Literatura em 1998 completaria 99 anos, 100 escolas do ensino básico promoverão a leitura, em simultâneo, do conto infantil do escritor 'A Maior Flor do Mundo', numa parceria entre a Fundação José Saramago, a Rede de Bibliotecas Escolares e o Plano Nacional de Leitura.

Um ano depois, a 16 de novembro de 2022, 100 escolas do ensino secundário promoverão a leitura, em simultâneo, de páginas de 'Memorial do Convento' e de 'O Ano da Morte de Ricardo Reis', de novo numa parceria entre a Rede de Bibliotecas Escolares e o Plano Nacional de Leitura.

José Saramago nasceu em 1922, na aldeia de Azinhaga, no Ribatejo, e morreu a 18 de junho de 2010, em Espanha.

Leia Também: Fundação Saramago apresenta site e app de telemóveis

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório