Meteorologia

  • 04 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 7º MÁX 18º

Programa português no Festival de Almagro estreia quatro espetáculos

O Festival Internacional de Teatro Clássico de Almagro, que decorre entre 01 e 25 de julho, tem este ano Portugal como país convidado de honra, que marcará presença com vários espetáculos, entre os quais quatro estreias em Espanha.

Programa português no Festival de Almagro estreia quatro espetáculos
Notícias ao Minuto

16:30 - 25/05/21 por Lusa

Cultura Espanha

O anúncio foi feito hoje durante a apresentação da programação da sua 44.ª edição, que decorreu pela primeira vez em Lisboa, já que Portugal será o país convidado de honra.

Esta edição, que decorrerá sob o lema "Y el tiempo breve pasarás en flores", um verso de Sor Ana de la Trinidad, com o qual o Festival mantém o seu compromisso de dar visibilidade às mulheres do Século de Ouro Espanhol (período entre os séculos XVI e XVII, que abarca o Renascimento e o Barroco), contará com a participação de 38 companhias e um total de 84 espetáculos, disse o diretor do festival, Ignacio García.

Com esta colaboração artística e cultural entre Portugal e Espanha, Ignacio García disse que quer desmentir o ditado português, segundo o qual "de Espanha, nem bom vento, nem bom casamento", e provar que é possível um "bom casamento" entre estes dois países vizinhos, neste "marco único de encontro entre artistas portugueses e espanhóis".

O festival abre no dia 01 de julho, no Palácio de los Oviedo, com a entrega do Prémio Corral de Comédias à atriz Julieta Serrano, e no dia 3 será inaugurado o programa de Portugal com um momento poético subordinado ao lema do festival, "E o tempo breve passarás em flores", que terá lugar no Corral de Comedias.

Nos dias 02 e 03 de julho, no Palácio de los Oviedo, pode assistir-se a "A contenda dos labradores de Caldelas ou Entremés Famoso sobre da pesca do Rio Minho", pela Companhia de Teatro de Braga e pelo Centro Dramático Galego, a partir de um texto escrito em galego e interpretado por atores dos dois países, em três línguas: português, galego e castelhano.

No dia 07 de julho, na AUREA, o Teatro Nacional São João apresenta "Castro", encenada por Nuno Cardoso, e nos dias 16 e 17, a Casa Palacio de los Villareal será palco para a "Embarcaçâo do infierno" ("Auto da Barca do Inferno"), de Gil Vicente, pela Escola da Noite e Centro Dramático de Évora.

No domingo, um concerto de Os músicos do Tejo encerra a parte portuguesa da programação, que inclui também um espetáculo por uma companhia espanhola, Nao D'amores, que interpretará "Nise, a tragédia de Inés de Castro".

O programa de Portugal é completado com uma exposição de desenhos de "Mulheres do Século de Ouro", do cenógrafo, arquiteto e intelectual do teatro português José Manuel Castanheira, autor também da imagem do cartaz da edição deste ano do Festival, desenhada especialmente para o evento.

A presença portuguesa vai estar patente ainda no Encontro Ibérico de Diálogos, com a presença da Associação Portuguesa de Cenografia, um encontro que consiste numa série de palestras e numa instalação artística coletiva, que visa criar um espaço de reflexão, intercâmbio e ligação entre cenógrafos portugueses e espanhóis, figurinistas e diretores de palco que trabalharam no tema do Século de Ouro e do Barroco.

Além disso, as Jornadas de Teatro Clássico de Almagro decorrerão sob o tema "O Século de Ouro ibérico: Portugal e o Teatro Clássico Espanhol.

Ao todo, o festival vai apresentar 84 espetáculos, entre os quais 11 estreias, sete das quais absolutas.

Leia Também: Londres. Cultura "ganhou vida" e deu as boas vindas aos 'Miseráveis'

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório