Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2020
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 27º

Edição

Projeto Fado Bicha abre Festival Internacional de Teatro de Setúbal

A dupla Fado Bicha, de Lila Fadista e João Caçador, vai ser a responsável pelo espetáculo de abertura da 22.ª edição do Festival Internacional de Teatro de Setúbal, que decorre de 21 a 29 de agosto, nesta cidade.

Projeto Fado Bicha abre Festival Internacional de Teatro de Setúbal
Notícias ao Minuto

08:48 - 24/07/20 por Lusa

Cultura Fado Bicha

"O festival vai abrir no Jardim Multissensorial das Energias, com o Fado Bicha. Não é teatro, mas é fado espetáculo, interpretado por pessoas da comunidade LGBT [Lésbicas, 'Gays', Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgénero], que acreditam que o fado foi estigmatizado durante muito tempo -- o marialva e coisas do género -, e que nunca refletiu a condição que eles têm, que eles representam", disse à agência Lusa o diretor do festival.

"É um espetáculo alternativo", acrescentou José Maria Dias, que também dirige o Teatro Estúdio Fontenova, de Setúbal, lembrando que o Festival Internacional de Teatro sempre teve a preocupação de apresentar "coisas novas".

José Maria Dias falava à agência Lusa na apresentação do festival, que decorreu na Casa da Baía, com a presença da presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira.

"O Festival Internacional de Teatro de Setúbal tem sido um palco privilegiado de divulgação de novos valores e de promoção do acesso à cultura", disse a autarca setubalense, sublinhando a importância deste evento cultural para o concelho.

Com duas estreias asseguradas para este ano, "Os Amores Clandestinos", do grupo Hotel Europa, e "Lugar-Abrigo", de Ricardo Guerreiro Campos, o diretor do festival lembra que há muitos espetáculos para ver, incluindo "teatro, exposições, 'performances', projeção de curtas-metragens, 'workshops' e conferências".

"Temos a sede do festival, no Fórum Municipal Luísa Todi, e depois temos um grande polo onde estão os outros espetáculos, na Escola Secundária Sebastião da Gama, onde temos três espaços: o ginásio, o auditório e o pátio exterior. Também vamos ter espetáculos, no Jardim do Bonfim e no Parque Tecnológico Jardim Multissensorial da Energias, nas Escarpas de Santos Nicolau, no espaço exterior da Casa da Cultura, e também na Gráfica, antigos armazéns dos Papéis do Sado", acrescentou José Maria Dias.

Com um orçamento muito próximo dos 65 mil euros, o Festival Internacional de Teatro de Setúbal, organizado pelo Teatro Estúdio Fontenova e Câmara Municipal de Setúbal, conta com o apoio financeiro do município sadino e do Ministério da Cultura, através da Direção Geral das Artes.

Participam nesta edição do festival A Companhia de Teatro do Algarve, o Teatro Extremo de Almada e a Companhia Mascarenhas Martins, entre outras estruturas. 

As participações estrangeiras é que ficam muito aquém do habitual, dado que algumas companhias optaram por não se deslocar, devido à pandemia da covid-19, e outras não o puderam fazer, por dificuldades logísticas e de transporte.

"Este ano temos duas participações espanholas: a companhia Albadulake ('Genoma B'), que já participou em anteriores edições do festival há quatro ou cinco anos, e Edu Manazas ('Out of Stock'), com um espetáculo de circo 'performático', de teatro físico, que terá lugar no pátio da Escola Secundária Sebastião da Gama", disse o diretor do festival.

"Também tínhamos prevista a participação de três companhias do Brasil, uma delas que no ano passado venceu o nosso concurso 'Mais Festa', fora da competição oficial, mas que não puderam vir, devido a dificuldades logísticas e de transporte", acrescentou José Maria Dias.

O diretor do festival lembrou, no entanto, que, embora em menor número em relação a anos anteriores, devido à pandemia, há muitos espetáculos para animar a edição deste ano.

O número de espetadores -- cerca de 5.000 o ano passado -- também deverá sofrer uma redução drástica, até pelas limitações de público resultantes das medidas impostas pela Direção Geral da Saúde.

Os espetáculos terão lugar no Fórum Municipal Luísa Todi, Casa da Cultura, Jardim do Bonfim, Jardim Multissensorial das Energias, nas Escapas Santos Nicolau, Escola Secundária Sebastião da Gama, A Gráfica (antigos Armazéns de Papéis do Sado) e Casa da Baía, com a organização a garantir que serão respeitadas todas as regras de prevenção da propagação da pandemia.

Apesar de haver alguns espetáculos com entrada livre, fora da competição oficial, a organização adverte que é necessário obter bilhete para aceder a todos os espetáculos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório