Meteorologia

  • 03 AGOSTO 2020
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Disney adia lançamentos de 'Mulan', 'Guerra das Estrelas' e 'Avatar'

A Disney anunciou esta quinta-feira o adiamento do lançamento do filme 'Mulan', bem como dos novos episódios da saga 'Guerra das Estrelas' e 'Avatar', devido à pandemia de covid-19.

Disney adia lançamentos de 'Mulan', 'Guerra das Estrelas' e 'Avatar'
Notícias ao Minuto

06:35 - 24/07/20 por Lusa

Cultura Covid-19

Já adiada duas vezes, a última para 21 de agosto, não há agora data para o lançamento da versão do famoso desenho animado "Mulan".

"Nos últimos meses, ficou claro que nada pode ser definitivo na maneira como lançamos filmes", disse um porta-voz do estúdio da Disney à agência de notícias France-Presse (AFP).

Ao mesmo tempo, a Disney anunciou que o cronograma de lançamento de futuros episódios das sagas "Guerra das Estrelas" e "Avatar" foi adiado em um ano.

A segunda parte de "Avatar" será lançada em dezembro de 2022 e o 10.º episódio da "Guerra nas Estrelas" em dezembro de 2023, em vez de 2021 e 2022, respetivamente.

Os lançamentos serão escalonados a cada dois anos: "Avatar" em 2024, 2026 e 2028, e a "Guerra das Estrelas" em 2025 e 2027.

Numa publicação na rede social Twitter, o diretor, guionista e coprodutor da Avatar, James Cameron, explicou que o atraso ocorreu devido a atrasos no cronograma de produção.

Se a produção começou bem, na Nova Zelândia, o trabalho de efeitos especiais, planeado para Los Angeles, ainda não arrancou, devido à pandemia.

No início de abril, a Disney já decidira adiar o lançamento de uma dúzia de filmes da Marvel e outras grandes produções, incluindo "Viúva Negra", com a atriz Scarlett Johansson.

O lançamento está agendado para 06 de novembro.

A Disney também adiou, para uma data não especificada, o novo filme do diretor norte-americano Wes Anderson, "The French Dispatch", que estava programado para ser lançado a 16 de outubro.

Selecionada em Cannes, esta longa-metragem é produzida pelo estúdio Searchlight, que se tornou uma subsidiária da Disney desde que a gigante do entretenimento assumiu a maioria dos ativos do grupo 21th Century Fox em 2019.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 627 mil mortos e infetou mais de 15,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Os Estados Unidos registaram mais de quatro milhões de infetados pelo SARS-CoV-2 e quase 144 mil mortos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório