Meteorologia

  • 06 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Museu Vieira da Silva reabre terça-feira com novas exposições temporárias

O Museu Arpad Szenes - Vieira da Silva, em Lisboa, anunciou hoje que reabre ao público terça-feira, com duas novas exposições temporárias, "Água Pesada", de Alexandre Conefrey, no museu e "Phytographia Curiosa", de Inez Teixeira, na casa-atelier.

Museu Vieira da Silva reabre terça-feira com novas exposições temporárias
Notícias ao Minuto

19:00 - 18/05/20 por Lusa

Cultura Covid-19

De acordo com a fundação com o mesmo nome, que tutela o acervo do museu, será também reforçada a presença de obras do casal de artistas Maria Helena Vieira da Silva e de Arpad Szenes com a exposição "Arpad Szenes (1897-1985). Obras da coleção", com 60 obras do artista, que poderá ser visitada até final de junho.

Num comunicado sobre a reabertura, a Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva indica que criou um percurso circular "que permitirá ao visitante ver as exposições com conforto e em segurança, mantendo o distanciamento aconselhado", com entrada pela galeria grande e saída pelas salas de exposições temporárias.

A partir de hoje, Dia Internacional dos Museus, no quadro da segunda fase de desconfinamento, reabrem museus, monumentos, palácios e galerias de arte, com regras sanitárias ditadas pelas autoridades de saúde.

O museu Vieira da Silva adianta que irá oferecer - durante o mês de maio - visitas guiadas gratuitas, de 15 minutos, de terça a sexta-feira, mediante pedido dos visitantes.

A exposição "Água Pesada", de Alexandre Conefrey, reúne desenhos a grafite sobre papel, nas quais paisagens de vegetação densa contrastam com embarcações em águas agitadas, e ainda com a série de desenhos "Winter".

Esta nova exposição estará no museu até 20 de setembro.

A casa-atelier reabre também as suas portas com "Phytographia Curiosa", uma nova exposição de desenhos a tinta da China sobre papel, de Inez Teixeira, até 06 de setembro.

A mostra tem por referência a pintura que Maria Helena Vieira da Silva fez de jardins, em particular do Jardim das Amoreiras.

Criada ainda em vida de Maria Helena Vieira da Silva, uma das mais importantes pintoras portuguesas, e instituída por decreto-lei em 10 de maio de 1990, a Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva tem como missão garantir a existência de um espaço, em Portugal, onde o público possa contactar permanentemente com a obra dos dois pintores.

Quando França sofreu a ocupação nazi, na Segunda Guerra Mundial, Vieira da Silva e Arpad Szenes, que viviam em Paris, tentaram regressar a Portugal, mas o presidente do Governo da ditadura, António Oliveira Salazar, retirou a nacionalidade portuguesa à pintora e ao marido, cidadão húngaro de ascendência judia.

Vieira da Silva e Arpad partiram então para o Brasil, onde estiveram exilados entre 1940 e 1947, permanecendo apátridas até 1956, ano em que lhes foi concedida a nacionalidade francesa.

O Museu Arpad Szenes - Vieira da Silva foi inaugurado em 03 de novembro de 1994, num edifício da Praça das Amoreiras, cedido pela Câmara Municipal de Lisboa, e apresenta regularmente exposições com a obra do casal ou de artistas com os quais tiveram algum tipo de ligação de amizade.

A Fundação Calouste Gulbenkian custeou as obras de remodelação e a Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento apoiou o projeto na área da investigação.

A coleção do museu cobre um vasto período da produção de pintura e desenho do casal: de 1911 a 1985, para Arpad Szenes (1897-1985), e de 1926 a 1986, para Maria Helena Vieira da Silva (1908-1992).

Também foi desejo de Vieira da Silva legar um espaço de investigação aberto ao público, com a criação do Centro de Documentação e Investigação que, além de desenvolver pesquisas internamente, tem acolhido investigadores portugueses e estrangeiros.

Na Rua João Penha, junto à Praça das Amoreiras e ao museu, está também aberta ao público a antiga casa-atelier da pintora, com uma programação própria de exposições e conferências, acolhimento de atividades propostas pela comunidade e residências para artistas e investigadores.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório