Meteorologia

  • 08 ABRIL 2020
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 20º

Edição

Filmes portugueses de animação são os mais nomeados para Prémios Quirino

Os filmes portugueses foram as obras mais escolhidos para ir à final da terceira edição dos Prémios Quirino de Animação Ibero-Americana, que serão atribuídos em abril, na ilha de Tenerife, no arquipélago espanhol das Canárias.

Filmes portugueses de animação são os mais nomeados para Prémios Quirino
Notícias ao Minuto

20:39 - 18/02/20 por Lusa

Cultura Cinema

Numa cerimónia que teve lugar hoje, em Madrid, foi anunciado que Portugal tem dez candidaturas nomeadas para a final, seguido da Argentina com seis, o Brasil com quatro, a Colômbia e a Bolívia com duas, e finalmente o Chile, o México e o Paraguai com uma cada.

A curta-metragem portuguesa 'Nestor', de João Gonzalez, realizada em coprodução com o Reino Unido, é o filme com mais nomeações (quatro), seguido, com três nomeações cada, da longa-metragem espanhola 'Klaus', de Sergio Pablos, que conta com os portugueses Sérgio Martins e Edgar Martins na equipa, e da curta-metragem portuguesa 'Tio Tomás a Contabilidade dos Dias', de Regina Pessoa.

Um total de 22 obras de nove países ibero-americanos irá competir pelas estatuetas da terceira edição do prémio, com produções da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, México, Paraguai, Portugal e Espanha concorrem em todas as nove categorias.

As quatro longa-metragens concorrentes aos Prémios Quirino são a coprodução argentino-espanhola 'La Gallina Turuleca' de Víctor Monigote e Eduardo Gondell, o argentino 'El patalarga' de Mercedes Moreira, o colombiano 'Relatos de reconciliación' de Carlos Santa e Rubén Monroy, e o espanhol 'Klaus'.

Por outro lado, as séries finalistas são a portuguesa 'Crias - Crocodilos', coproduzida com a França; a espanhola 'Momonsters'; a mexicana 'Space Chickens', coproduzida com o Reino Unido, Irlanda e Austrália; e a brasileira 'Tainá e os guardiões da Amazônia'.

Na categoria de curta-metragem, os candidatos são o colombiano 'El pájarocubo' de Jorge Alberto Vega e o português 'Purpleboy', de Alexandre Siqueira, coproduzido com a Bélgica e a França, e 'Tio Tomás a contabilidade dos dias' de Regina Pessoa, coproduzida com o Canadá e a França.

Na categoria de Obras de Escola, os finalistas são o boliviano 'Gravity', de Matisse Gonzalez (coproduzido com a Alemanha), o português 'Nestor', de João Gonzalez (coproduzido com o Reino Unido), e o brasileiro 'Só sei que foi assim', de Giovanna Muzel Da Paixão.

Três obras argentinas concorrem ao Prémio de Melhor Obra Encomendada: 'Em Suas Mãos', 'Mate?' e 'Tenemos voz'; enquanto três obras portuguesas concorrem ao Prêmio de Melhor Desenvolvimento Visual: 'Nestor', 'O peculiar crime do estranho Sr. Jacinto' e 'Tio Tomás a contabilidade dos dias'.

A curta-metragem de animação 'Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias', da realizadora portuguesa Regina Pessoa, foi hoje mesmo nomeada também para os prémios da Academia Canadiana de Cinema e Televisão. Multipremiado nos últimos meses, 'Tio Tomás' venceu o galardão de melhor curta-metragem nos prémios Annie, os chamados 'Óscares' da animação, no final de janeiro.

Desde a estreia, em junho do ano passado, na Croácia, 'Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias' foi já distinguido no festival de cinema de Annecy, em França, com o prémio especial do júri, no festival Animamundi, no Brasil, nos Caminhos do Cinema Português, em Coimbra, e em Chicago, nos Estados Unidos.

Quanto a 'Klaus', disponível na plataforma de 'streaming' Netflix, desde novembro, e que esteve entre os nomeados para os Óscares de melhor longa-metragem de animação, foi realizado na íntegra nos SPA Studios, em Madrid, com uma equipa que junta pessoas de mais de 20 países, incluindo os portugueses Sérgio Martins, como 'Animation Supervisor', e Edgar Martins, 'Story Department Supervisor'.

Sérgio Martins foi distinguido com o prémio de Melhor Direção de Animação em Longa Metragem, por este trabalho, nos prémios Annie, atribuídos pela Sociedade Internacional de Cinema de Animação.

'Nestor', uma produção do Royal College of Art de Londres com realização, ilustração e música do português João Gonzalez, foi distinguido como a melhor obra nacional, no festival Cinanima, em novembro do ano passado.

A terceira edição do Prémios Quirino teve um total de 219 candidaturas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório