Meteorologia

  • 19 FEVEREIRO 2020
Tempo
11º
MIN 7º MÁX 19º

Edição

Bandas disputam final do 25.º Festival Termómetro

As bandas e artistas Flor, Rope Walkers, Foggy, Bia Maria e Soho Soho disputam no sábado, no LAV -- Lisboa ao Vivo, a final do 25.º Festival Termómetro, concurso para novos projetos musicais criado em 1994.

Bandas disputam final do 25.º Festival Termómetro
Notícias ao Minuto

10:15 - 20/01/20 por Lusa

Cultura Lisboa ao Vivo

A final da 25.ª edição começa pelas 21h30 e terá como convidados especiais os First Breath After Coma, banda de Leiria que editou no ano passado 'NU'.

Os cinco finalistas foram escolhidos em oito eliminatórias, que decorreram noutras tantas cidades portuguesas (Bragança, Funchal, Aveiro, Matosinhos, Cascais, Viseu e Santa Maria da Feira) e, pela primeira vez, em Madrid.

Flor é o 'alter ego' de Diana Duarte, "um jardim sonoro onde se explora o desapego, o minimalismo e a criatividade", segundo informação disponível na página oficial do projeto, feito de 'loops, pedais e histórias encantadas', na rede social Facebook.

Os Rope Walkers, que tiveram a decorrer até ao início deste ano uma campanha de angariação de fundos para poderem editar o primeiro álbum, são Rui Ferraz (piano e teclados), Carolina Costa (voz e guitarra), Luís Candeias (baixo), Bruno Soares (guitarra) e João Sousa (bateria).

Foggy é o músico e compositor italiano, a viver em Lisboa, Francesco Pintaudi. Segundo informação disponível na página do projeto no Facebook, "ao vivo, [Foggy] centra-se na junção de uma componente eletrónica com 'delay' e 'feedback' através de 'sampler' e 'drum machine', misturada com momentos de improvisação dance, tribal, tecno, funk, entre outras".

Bia Maria, música e compositora, gravou o primeiro EP em 2018 e estreou-se ao vivo com banda em julho do ano passado no festival Alive, em Oeiras. Em declarações à Lusa no festival, Bia Maria contou que começou a cantar as canções que escreve "há dois ou três anos". Catalogar a música que faz não é fácil, porque "não há propriamente um género específico, não é pop, não é rock, não é fado, mas tem uma mistura, um bocadinho de tudo". Uma amiga costuma dizer-lhe: "se fosses filha de alguém serias uma mistura do António Zambujo, da Carolina Deslandes e dos Deolinda".

O som dos Soho Soho, banda formada em 2017, combina "as várias influências e estilos" de Ana Vieira, Vera Condeço e Ricardo Cruz, todos com experiências em projetos anteriores.

O vencedor do 25.º Festival Termómetro terá atuações asseguradas nos festivais Alive (que decorre entre 8 e 11 de julho no Passeio Marítimo de Algés, concelho de Oeiras) e Bons Sons (que irá acontecer em agosto na aldeia de Cem Soldos, Tomar), vai gravar um 'videoclip' e terá acesso a 20 horas de gravação em estúdio.

Desde 1994 participaram no Festival Termómetro mais de 500 bandas e artistas, entre os quais Ornatos Violeta, B Fachada, Capicua, DJ Ride, Mazgani, Ana Bacalhau, David Fonseca, Noiserv, Richie Campbell, Whales, Salto e Tatanka.

Em 2019, os vencedores foram os belgas Jaguar Jaguar.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório