Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2020
Tempo
12º
MIN 8º MÁX 16º

Edição

Teatro, música, dança e uma exposição marcam 175 anos do Teatro Lethes

Diversos géneros musicais, companhias de teatro portuguesas e espanholas, espetáculos de dança e performance estão entre as dezenas de propostas do Teatro Lethes, em Faro, cuja programação para 2020 é apresentada hoje na capital algarvia.

Teatro, música, dança e uma exposição marcam 175 anos do Teatro Lethes
Notícias ao Minuto

18:36 - 11/01/20 por Lusa

Cultura Teatro Lethes

"A programação do Lethes deste ano incide muito sobre a música, a seguir sobre o teatro e de dança temos apenas dois espetáculos", afirmou à Lusa o diretor de A Companhia de Teatro do Algarve (ACTA), Luís Vicente.

Os momentos musicais têm início a 16 de janeiro com o primeiro concerto do Ciclo Lethes Clássico, intitulado 'Beethoven & Beyond', pela Orquestra Clássica do Sul, e terminam com dois concertos de Natal do músico Daniel Kemish a 18 e 19 de dezembro.

Ao longo do ano alinham-se o ciclo Euterpe - com jazz, cante alentejano, harpa e fado - entre 14 e 22 de fevereiro, o Festival Internacional de Música Barroca de Faro, a 29 de fevereiro, o Festival Internacional de Guitarra de Faro, a 21 de março, o Faro Blues entre 17 e 18 de abril, o encontro de coros Entrecantos a 6 de junho e o concerto de Natal da Associação Filarmónica de Faro.

No teatro, há duas peças da companhia de teatro residente ACTA, com a primeira, 'Instruções para abolir o Natal', a estrear-se a 25 de abril. Escrita pelo canadiano Michael Mackenzie, a obra tem como pano de fundo "o conjunto das problemáticas do Brexit", às quais se soma "a tragédia grega e a síndrome de Asperger", adianta Luís Vicente.

A 24 de outubro, há a reposição do espetáculo 'Ardente - Memorial para Pedro e Inês de Portugal', estreado pela ACTA há nove anos, numa reinterpretação encenada pelo polaco Leszek Madzik. Nesta peça não há uma única palavra, "apenas movimento e música", composta por Zé Eduardo, destaca o diretor.

As companhias espanholas vão continuar a marcar presença no palco do Teatro Lethes "com espetáculos absolutamente notáveis", regista Luís Vicente, agora com os trabalhos "espalhados ao longo do ano".

O Teatro Guirigai de Badajoz (22 de maio), La Fundación de Sevilha (10 de outubro), Karlik Danza de Cáceres (28 de novembro) e Tranvia Teatro, de Saragoça (06 de dezembro), são outras das companhias que constam da programação do Lethes.

Em português, o Teatro Art'Imagem traz 'Noites Brancas' a 24 janeiro, a Companhia de Teatro de Braga 'Humidade' a 7 março, 'Se isto é um homem' é encenado em Faro a 14 de março pela mão da Companhia de Teatro de Almada, 'Rottweiler' do Teatro do Noroeste a 4 de abril e 'Germinação' chega do Teatro de Montemuro a 22 de novembro.

Para os mais pequenos, o Teatro das Beiras leva a palco 'Cá Estou eu nas Nuvens', a 12 de maio, e a Rituais dell Arte 'Peter Pan e a Ilha dos 3 Olhos' entre 17 e 19 de março.

Os 175 anos da mais antiga sala de teatro da capital algarvia são assinalados com uma exposição a inaugurar no dia 04 de abril e que "ficará patente no teatro até ao final de 2020".

O Lethes tem o 'Palco Aberto' a quem queira exprimir os seus talentos, a 7 e 8 fevereiro, e acolhe o habitual Festival de Objetos e Marionetas - FOMe no mês de setembro.

O serviço educativo da ACTA, que transformou um autocarro numa sala móvel de espetáculos, vai levar 14 dos 16 municípios algarvios a pensar o uso consciente da água com a peça 'Uma torneira na testa'.

Em 2019 foram mais de 12.100 os espectadores que marcaram presença nas atividades do Teatro Lethes, num aumento de cerca de mil por ano desde 2017.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório