Meteorologia

  • 26 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Circo vai ao Pavilhão do Conhecimento em Lisboa em dia de aniversário

O circo vai na quinta-feira ao Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa, que há 20 anos é a "casa da ciência" de miúdos e graúdos: ao todo, cerca de 240 mil visitam-na em média todos os anos.

Circo vai ao Pavilhão do Conhecimento em Lisboa em dia de aniversário
Notícias ao Minuto

19:08 - 21/07/19 por Lusa

Cultura Ciência

Em dia de aniversário vai haver uma "festa supimpa", com "muita alegria e conhecimento enraizado no circo" e entrada livre.

Quem o promete é Rosália Vargas, que dirige o Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva desde a sua génese, em 25 de julho de 1999.

A sua história começou com a Expo98, a exposição mundial sobre os oceanos, quando ainda era Pavilhão do Conhecimento dos Mares. "Herdámos um dos edifícios emblemáticos", lembra Rosália Vargas.

O edifício é da autoria do arquiteto Carrilho da Graça e bastou cerca de um ano de "tarefa diária de muita gente" para o tornar na "casa da ciência nacional", que "trabalha o conhecimento" em rede com outras instituições, nacionais e estrangeiras, e outros centros Ciência Viva e clubes Ciência Viva escolares espalhados pelo país.

Sítios que, realça Rosália Vargas, promovem "o encanto da aprendizagem" com exposições interativas e outras atividades de cariz científico e onde os estudantes ficam "mais conhecedores" e "podem e devem perguntar".

O pavilhão aluga, produz e exporta exposições. Uma nova, em Lisboa, está prevista para o fim de 2020 e é sobre a escassez de água, esse "bem precioso".

Quem visita a "casa da ciência", no Parque das Nações, são sobretudo as famílias da classe média-alta e com escolarização superior, ao fim de semana. Mas, no início, eram mais as escolas, durante a semana. Em média, são cerca de 240 mil visitantes por ano.

Um dos desafios, para Rosália Vargas, será vencer as "limitações culturais" e conquistar novos públicos entre as comunidades com menos recursos e de outras culturas, proporcionando-lhes, por exemplo, visitas guiadas.

No "circo da ciência", que se inspira na exposição 'Tcharan', patente no pavilhão, todos cabem, adultos e crianças, afiança. Os truques mágicos, tal como os números de malabarismo e equilibrismo terão uma explicação científica.

Em dia de festa de aniversário haverá bolo, mas também um livro com fotos e testemunhos para assinalar os "momentos mais marcantes" dos 20 anos. Para a festa foram convidados o primeiro-ministro, António Costa, e o ministro da Ciência, Manuel Heitor.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório