Meteorologia

  • 24 ABRIL 2019
Tempo
16º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

Festival de Paços de Brandão com música clássica, gospel e do mundo

O Festival Internacional de Música de Paços de Brandão (FIMUV) arranca a 06 de abril, levando a Santa Maria da Feira e Porto música erudita, gospel e do mundo por artistas de países como Rússia, Brasil e Japão.

Festival de Paços de Brandão com música clássica, gospel e do mundo
Notícias ao Minuto

13:30 - 25/03/19 por Lusa

Cultura Música

Apontado como um dos mais antigos certames do género em Portugal, o evento terá em 2019 a sua 42.ª edição e propõe dez concertos até 30 de junho, continuando a resultar da iniciativa do Círculo de Recreio, Arte e Cultura de Paços de Brandão - associação juvenil cuja atividade a partir dessa freguesia da Feira está certificada pela European Festival Association.

A direção artística do FIMUV cabe ao músico Augusto Trindade, que diz apostar em dois pilares fundamentais - os da "qualidade e criatividade" - para proporcionar ao público um cartaz cuja diversidade abrange desde concertos sinfónicos a espetáculos corais, passando por música de câmara, recitais e até teatro de marionetas musicado e inclusivo.

"O objetivo é não só abranger uma ampla fatia de um público-alvo já fidelizado ao festival, mas também mobilizar novos espectadores", explica o violinista à Lusa, referindo que, para esse efeito, foram "criteriosamente selecionados" os artistas a apresentar na edição de 2019.

Augusto Trindade destaca assim a presença no festival do brasileiro Yamandu Costa, que define como "um ícone da guitarra" recentemente nomeado para dois Grammys latinos, e a participação da violinista norueguesa Eldbjorg Hemsing, que atuará "a solo com a Orquestra Filarmónica Portuguesa, sob a direção do maestro Osvaldo Ferreira".

Outros realces do FIMUV de 2019 são: o concerto pelo quarteto de cordas Esmé, com jovens instrumentistas da Coreia do Sul; o espetáculo do quarteto Pagagnini, numa "versão mais cómica" só para violinos; o lançamento do novo CD da pianista portuguesa Luísa Tender, com obras de João Domingos Bomtempo; e o recital com dois dos vencedores do Concurso Internacional Tchaikovsky, nomeadamente a japonesa Mayuko Kamio, que obteve a Medalha de Ouro em Violino, e o russo Miroslav Kultyshev, classificado com a Medalha de Prata em piano.

O cartaz da 42.ª edição do festival inclui ainda: a atuação da cantora pop Joana Almeirante, o concerto pelo grupo coral do CIRAC e pelo coletivo português Saint Dominic's Gospel Choir; o recital de jovens talentos premiados em festivais de música de Paços de Brandão e do Fundão; e o espetáculo colaborativo 'Filarmonia de Memórias', que envolve o Teatro em Caixa, a CerciFeira e a Banda Marcial do Vale.

Augusto Trindade diz que toda essa programação foi "desenhada para alcançar abrangência geográfica, aproximar diferentes públicos e democratizar a cultura erudita", no que contou com o apoio de parceiros nacionais e estrangeiros como a Casa da Música do Porto, a Casa da Música de São Petersburgo e a embaixada da Rússia em Portugal, entre muitas outras entidades.

"Permitindo-lhes conhecer, perceber e apreender novas realidades, o FIMUV é também um laboratório de inspiração, imaginação e originalidade", conclui o diretor artístico do festival.

Os bilhetes para os espetáculos do FIMUV terão preços entre os 3 e os 10 euros, sendo que algumas das propostas incluídas no programa têm entrada livre.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório