Meteorologia

  • 20 JUNHO 2018
Tempo
29º
MIN 29º MÁX 29º

Edição

Cidade Romana de Ammaia em Marvão "renasce" através de um festival

A Cidade Romana de Ammaia, em Marvão (Portalegre), vai "renascer" no decorrer de um festival que pretende mostrar o seu quotidiano, divulgar o património histórico e "potenciar" o turismo na região, foi hoje anunciado.

Cidade Romana de Ammaia em Marvão "renasce" através de um festival
Notícias ao Minuto

17:30 - 14/06/18 por Lusa

Cultura Portalegre

Promovido pelo município e pela Fundação Ammaia, aquela antiga cidade romana classificada como Monumento Nacional em 1949, vai acolher nos dias 23 e 24 deste mês a segunda edição do festival 'Ammaia Festum', para dar a conhecer o período romano.

"A Cidade Romana de Ammaia é um ex-líbris, com um enorme potencial, pode dar um grande contributo ao concelho na área do turismo e este festival é um bom contributo", afirmou o presidente do município de Marvão, Luís Vitorino, em declarações à agência Lusa.

Apontada como "o mais importante vestígio da sua época" existente na zona e cuja área central é constituída pela Quinta do Deão e pela Tapada da Aramenha, com cerca de 25 hectares, a antiga cidade romana encontra-se nesta altura numa fase de "expansão".

"Queremos dar a conhecer o potencial que ali está ainda por descobrir, a Cidade Romana de Ammaia ainda não se afirmou, tem um potencial superior, uma estrutura de cidade muito grande que vai para além das ruínas", disse.

A segunda edição do "Ammaia Festum" arranca no dia 23 pelas 17:00 com um mercado de rua, espetáculos de recriação histórica romana, acampamentos de legionários, lutas de gladiadores, figuras mitológicas e espetáculos de comédia, música e dança.

Pelas 18:00, os visitantes vão poder assistir ao 'Modus Vivendi Ammaiensis', (uma visita guiada ao museu e ruínas, com momentos de recriação do quotidiano da cidade romana).

O ponto alto do primeiro dia do festival está guardado para o espetáculo 'NOX, a Deusa da Noite', com início às 21:30, e um concerto com o grupo Albaluna.

No segundo e último dia do festival, além das recriações históricas, a partir das 15h00, e das visitas guiadas ao museu e ruínas, o principal destaque vai para o espetáculo 'Munera Gladiatora'.

As ruínas da Cidade Romana de Ammaia estiveram abandonadas até finais de 1994, quando começaram as primeiras escavações arqueológicas sistemáticas.

Três anos depois, a Fundação Cidade de Ammaia assumiu os trabalhos de estudo, escavação e de preservação do que resta da antiga cidade romana.

Da fundação, cujo presidente do conselho de curadores é Carlos Melancia, fazem parte entidades como a Câmara Municipal de Marvão e a Universidade de Évora.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.