Meteorologia

  • 20 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 21º
Câmara de Pombal vai apoiar jovens n...

Câmara de Pombal vai apoiar jovens no arrendamento de casa

A Câmara de Pombal prevê iniciar no primeiro semestre deste ano o apoio aos jovens no arrendamento de casa, disse hoje o presidente da autarquia, admitindo que a primeira fase deste programa possa beneficiar 50 pessoas.

Câmara de Pombal vai apoiar jovens no arrendamento de casa
Notícias ao Minuto

13:14 - 03/02/23 por Lusa

Casa Pombal

"O principal objetivo é criar mais oportunidades de fixação dos jovens no nosso território. Nós temos um conjunto de iniciativas que promovem a emancipação jovem e não há dúvidas nenhumas de que a componente habitação é considerada como uma das principais iniciativas para podermos fixar jovens no nosso território", afirmou à agência Lusa Pedro Pimpão (PSD).

O projeto de elaboração do Regulamento do Programa Municipal de Apoio ao Arrendamento Jovem, denominado "Vive Pombal", foi aprovado por unanimidade na reunião de Câmara de quinta-feira, seguindo-se a consulta pública.

"Os vereadores do Partido Socialista tinham também uma proposta inicial relativamente a esta matéria e conseguimos conciliar esta com a proposta que os serviços estavam a preparar e chegar a um documento consensual", referiu Pedro Pimpão.

Segundo o autarca, o município pretende, "ainda no primeiro semestre, ter este programa já completamente a funcionar no terreno", para criar "oportunidades para que os jovens tenham este apoio ao arrendamento".

Pedro Pimpão explicou que, de acordo com o modelo definido no regulamento, a Câmara vai apoiar até 50% do valor das rendas dos jovens que se candidatem e cumpram os requisitos que o documento estabelece.

"Temos 150 mil euros já afetos no orçamento para esta primeira fase do programa. Três anos [é] o período de apoio do arrendamento jovem. Isto significa que o programa vai ter daqui a dois, três anos uma dotação superior a meio milhão de euros", declarou.

Pedro Pimpão perspetiva que nesta primeira fase 50 jovens possam beneficiar deste programa, "o que significa que quando o programa já estiver na sua fase mais madura", a autarquia vai "estar a apoiar cerca de 150 jovens, o que é um dado muito significativo".

Questionado se há disponibilidade de habitação no mercado de arrendamento concelhio, o presidente da Câmara de Pombal, no distrito de Leiria, adiantou que a estratégia passa por criar áreas de reabilitação urbana em todas as sedes de freguesia, "precisamente porque existem muitos imóveis que estão devolutos".

"O nosso objetivo é estimular também, aqui, agora, os privados a reabilitarem os seus imóveis e a colocarem esses imóveis no mercado de arrendamento", para que "os jovens tenham mais oportunidade de aceder e aplicar o arrendamento", acrescentou.

Na última década, de acordo com os censos 2021, Pombal foi o concelho do distrito de Leiria que mais perdeu habitantes (4.075), possuindo de acordo com o Instituto Nacional de Estatística 51.170 residentes.

O presidente da Câmara reconheceu que as dificuldades de acesso e o custo da habitação podem explicar a diminuição da população.

"A análise que fizemos é que o acesso à habitação é, realmente, uma dessas componentes mais importantes para a fixação de pessoas", assinalou.

O projeto de regulamento, entre outras condições de admissibilidade, possibilita a candidatura de jovens entre os 18 e os 35 anos e, no caso de se tratar de um casal, um dos elementos pode ter até 37 anos.

Leia Também: Preços de arrendamento e venda de imóveis sobem 38,1% e 7,8% em janeiro

Campo obrigatório