Meteorologia

  • 24 MAIO 2022
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 20º
Imobiliário Construção Lançado 3.º concurso para reabilitaç...

Lançado 3.º concurso para reabilitação da Escola dos Correios no Porto

A Câmara do Porto, através da empresa municipal GO Porto, lançou na terça-feira o terceiro concurso público para a empreitada de requalificação da Escola Básica dos Correios, pelo valor de 1,5 milhões de euros, anunciou hoje a autarquia.

Lançado 3.º concurso para reabilitação da Escola dos Correios no Porto
Notícias ao Minuto

08:34 - 12/05/22 por Notícias ao Minuto com Lusa

Casa Porto

Numa nota publicada hoje na sua página oficial, a Câmara do Porto refere que o novo concurso para a reabilitação daquele equipamento escolar, em Ramalde, foi publicado em Diário da República.

Com um preço base de 1,55 milhões de euros, a empreitada terá um prazo de execução de 365 dias, ou seja, um ano.

As propostas deverão ser apresentadas até às 23:59 do dia 09 de junho de 2022 em formato eletrónico na plataforma 'acinGov', 'site' onde também podem ser consultadas as peças do concurso.

Em abril, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, revelou que seria lançado um novo concurso, depois de os dois anteriores terem ficado vagos.

"Na Escola dos Correios já lançámos dois concursos públicos, o primeiro por 800 mil euros, o segundo por 1,2 milhões de euros, agora vamos lançar um terceiro concurso por 1,5 milhões de euros porque hoje vivemos de facto numa circunstância muito diferente", afirmou o autarca.

Em julho de 2021, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, revelou à Lusa que a autarquia ia avançar com a requalificação, ampliação e reabilitação da Escola Básica dos Correios, na freguesia de Ramalde.

A empreitada prevê a "reabilitação parcial das peças estruturais na cobertura do edifício existente, a substituição da estrutura secundária em madeira, bem como do revestimento cerâmico".

Com as obras de ampliação, a escola ficará com capacidade para acolher mais 37 crianças, num total de 145 alunos (25 no pré-escolar e 120 no 1.º ciclo do ensino básico).

A escola será ampliada através da introdução de um novo volume, que irá acomodar no piso térreo uma portaria, zona de receção de alunos coberta com acesso ao novo edifício e ao existente, uma sala polivalente, instalações sanitárias, zona de vestiário e balneário e, no primeiro piso, uma biblioteca.

No espaço de recreio vão ser introduzidos bancos, mesas, papeleiras, bebedouros, um novo parque infantil contínuo à sala do jardim-de-infância e jogos para os alunos do 1.º ciclo, enquanto o pavimento será substituído e a vedação revista.

O espaço alpendrado no edifício já existente será também ampliado e terá portas para o exterior a partir dos recreios cobertos, garantindo "a ligação interior entre as duas alas da escola".

Todas as salas de aula serão também requalificadas e as salas do jardim-de-infância serão dotadas de novas instalações sanitárias.

No edifício já existente será reformulada a zona de apoio à cozinha, que ficará com uma área sanitária, de vestiário e com espaço de arrumos, e no refeitório está prevista a instalação de equipamentos de secagem de mãos e um móvel de apoio à arrumação.

Leia Também: Precisa de abastecer? É neste distrito que os combustíveis custam menos

Campo obrigatório