Meteorologia

  • 10 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 26º
Finanças Investimentos Seis erros financeiros a evitar se v...

Seis erros financeiros a evitar se vai comprar um imóvel

Se pensa comprar casa, este artigo é para si.

Seis erros financeiros a evitar se vai comprar um imóvel

Está a pensar mudar de casa? Considera que esta é a altura certa para comprar um imóvel? O processo de comprar casa pode ser difícil e complicado, porque há muitos fatores a ter em consideração. 

Contudo, há algumas dicas que podem ajudar. Nesta senda, o ComparaJá divulgou seis erros financeiros a evitar no processo de compra de casa. Fique a par: 

  1. Comprar um imóvel ou arrendar? - "É tudo uma questão de balancear os prós e os contras. Por um lado, a casa que comprar é efetivamente sua e, como tal, poderá tê-la de acordo com as suas preferências. Por outro lado, ao arrendar terá de respeitar as regras do senhorio";
  2. Não ter o crédito à habitação que melhor se adequa às suas necessidades - "Atualmente já existem empréstimos à habitação com diversas modalidades de pagamento, podendo optar por carência de capital ou até mesmo por diferimento de capital, caso tenha necessidade de pagar uma mensalidade mais reduzida em algum momento do contrato. É tudo uma questão de comparar as diversas ofertas e de escolher a que melhor se adequa ao seu caso específico";
  3. Não ter um emprego estável - "Deverá estar numa fase da sua vida que considere ter um emprego razoavelmente seguro, para que lhe seja mais fácil conseguir não só pagar as prestações do seu crédito à habitação ao banco, mas também todas as despesas que advêm de adquirir um imóvel, desde contratos de água, luz e gás, mobília, pintura e decoração, entre outros";
  4. Não analisar o mercado - "Deverá fazer uma prospeção de mercado, analisar se existe muita ou pouca oferta de casas na zona que pretende, perceber como funcionam as oscilações no mercado e ainda compreender alguns termos financeiros que o ajudam a desmistificar os valores que terá de desembolsar quando compra um imóvel"; 
  5. Não planear a compra do imóvel - "Isto significa que deverá questionar-se não só sobre as suas possibilidades financeiras, mas também sobre outros aspetos importantes. Um aspeto relevante a ter em conta será a sua taxa de esforço. Se já tem alguns empréstimos, será esta uma boa altura para comprar um imóvel e pedir um crédito à habitação? Normalmente, a taxa de esforço não deverá ser superior a um terço (33%) do seu rendimento mensal. Deverá também ponderar se tem algum dinheiro disponível para dar como entrada ao comprar um imóvel"; 
  6. Não contar com custos extra - "Quando pensa em comprar um imóvel, não pode apenas pensar no valor exato da propriedade, deverá sim considerar diversos custos extra, mas que são inevitáveis. Em primeiro lugar, deverá saber que terá de adquirir um seguro de vida e um seguro multirriscos-habitação, pois é obrigatório contratar estes dois seguros quando realiza um crédito à habitação. Ambos os seguros protegem-no a si e ao seu imóvel, em caso de eventuais problemas que possam acontecer – desde catástrofes naturais a desemprego. Em segundo lugar, torna-se importante conhecer as taxas de juro e spread aplicados e as comissões cobradas pelo banco no qual irá adquirir o seu crédito à habitação". 

Leia Também: Tem uma cozinha pequena? Estas máquinas de lavar a loiça são "boa opção"

Campo obrigatório