Meteorologia

  • 16 JANEIRO 2022
Tempo
11º
MIN 7º MÁX 16º

Edição

Imobiliário Habitação 'Temos' a 4.ª maior diferença entre ...

'Temos' a 4.ª maior diferença entre preços das casas e rendas. É de 41,2%

Existe um 'buraco' na ordem dos 41,2% entre os preços das casas para comprar e arrendar. Isto coloca Portugal no quarto lugar da tabela dos países da OCDE com a maior diferença entre os custos da habitação.

'Temos' a 4.ª maior diferença entre preços das casas e rendas. É de 41,2%

A diferença entre preços e rendas das casas em Portugal é de 41,2%. O estudo da Compare The Market, que analisou o custo médio da habitação dos países da OCDE, divulga que existe um 'buraco' na ordem dos 41,2% entre os preços das casas para comprar e arrendar, colocando Portugal no quarto lugar da tabela dos países da OCDE com a maior diferença entre os custos da habitação.

O 'site' britânico de comparação de preços realizou esta análise tomando como referência a renda e a mensalidade do crédito à habitação de uma casa com três quartos. Segundo os resultados, enviados em comunicado ao Notícias ao Minuto, a renda média de uma casa com três quartos em Portugal é de 1.005 dólares (aproximadamente 876 euros), o equivalente a uma mensalidade média do crédito à habitação de 1.419 dólares (1.237 euros), ou seja, uma diferença na ordem dos 41,2%.

No topo da tabela está Luxemburgo com uma diferença de preços de 51,1%. O estudo indica que o país europeu tem os custos de habitação mais altos, com a renda a custar, em média, 3.017 dólares (2.632 euros) e a mensalidade do empréstimo da casa a rondar os 4.558 dólares (3.976 euros). 

Em segundo lugar, surge a Letónia a registar uma diferença de 42,5%. Em média, as casas para arrendar custam à volta dos 582 dólares (508 euros), sendo que a mensalidade do crédito da casa ronda os 830 dólares (724 euros).

A Eslováquia surge em terceiro lugar com uma diferença equivalente a 42,3%, onde uma renda média é de 771 dólares (672 euros) e o pagamento médio mensal do empréstimo é estimado em pouco mais de 1.000 dólares (872 euros).

No final da tabela, está a África do Sul com uma diferença de preço de 0,8%, onde as rendas rondam os 865 dólares (755 euros) e a mensalidade do empréstimo é de 872 dólares (761 euros). 

Leia Também: Preço das casas para arrendar caiu 4,3% em 2021, segundo plataforma

Campo obrigatório