Meteorologia

  • 07 OUTUBRO 2022
Tempo
29º
MIN 18º MÁX 30º
Imobiliário Arrendamento Rendas das casas subiram 1,8% em 202...

Rendas das casas subiram 1,8% em 2021 (e 1,9% na reta final do ano)

Em 2021, a variação média anual do valor das rendas de habitação por metro quadrado de área útil fixou-se em 1,8%, revelam dados hoje divulgados pelo INE. Em dezembro, a variação homóloga das rendas de habitação por metro quadrado foi de 1,9%.

Rendas das casas subiram 1,8% em 2021 (e 1,9% na reta final do ano)

Em 2021, a variação média anual do valor das rendas de habitação por metro quadrado de área útil fixou-se em 1,8%, informa o INE. No último mês do ano, em dezembro, a variação homóloga das rendas de habitação por metro quadrado foi de 1,9%.

No conjunto do ano 2021, as rendas das casas registaram uma subida homóloga na ordem dos 1,8%, contra os 2,6% registados em 2020. Segundo o instituto de estatística, a região com a variação média mais elevada foi a de Lisboa (1,9%), tendo também todas as restantes regiões apresentado variações positivas.

Já em dezembro, a variação homóloga das rendas de habitação por metro quadrado foi 1,9%, um valor idêntico ao registado no mês anterior, refere o INE. De acordo com os mesmos dados, todas as regiões apresentaram variações homólogas positivas das rendas de habitação, tendo o Algarve registado o aumento mais intenso (2,2%).

Segundo o instituto de estatística, o valor médio das rendas de habitação por metro quadrado registou uma variação mensal de 0,1%, taxa inferior em 0,1 p.p. à do mês anterior. Por referência à região com a variação mensal positiva, a mais elevada foi o Algarve, com uma taxa de 0,3%, não se tendo observado nenhuma região com variação negativa no respetivo valor médio das rendas de habitação.

Recorde-se que o Índice de Preços no Consumidor (IPC) registou uma variação média anual de 1,3%, sucedendo a uma variação nula registada no conjunto do ano de 2020. No último mês do ano, em dezembro, a taxa de inflação foi de 2,7%.

Leia Também: Taxa de inflação foi de 1,3% em 2021 (e acelerou no último mês do ano)

Campo obrigatório