Meteorologia

  • 17 JANEIRO 2022
Tempo
11º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Imobiliário Construção Braga. Grupo Onires investe 20 milhõ...

Braga. Grupo Onires investe 20 milhões para reforçar oferta de habitação

O Grupo Onires irá investir 20 milhões de euros num edifício localizado no centro histórico da cidade que terá um total de 60 apartamentos, com lugares de estacionamento, e 10 frações destinadas a comércio e serviços.

Braga. Grupo Onires investe 20 milhões para reforçar oferta de habitação

O Grupo Onires, empresa que detém participação em diversos setores de atividade como a construção, promoção e mediação de bens imobiliários, acaba de confirmar um investimento, na ordem dos 20 milhões de euros, num edifício localizado no centro histórico de Braga. Segundo avança a Magazine Imobiliários, trata-se de um projeto urbanístico que permitirá reforçar a oferta de habitação no coração da cidade, bem como a oferta ao nível do comércio e serviços.

“Esta é, em valor de investimento financeiro e em potencial gerador de emprego, a maior obra de sempre ao nível da reabilitação urbana da cidade de Braga", começa por revelar João Rodrigues Serino, administrador do Grupo Onires.

De acordo com a revista, o empreendimento 'Edifício Carvalhal' terá um total de 60 apartamentos, com lugares de estacionamento, e 10 frações destinadas a comércio e serviços.

Com assinatura do atelier Carvalho Araújo e Big Arquitetura e especialidades a cargo da BO Associados, "o Edifício Carvalhal, cujo projeto contempla a regeneração e a requalificação do espaço público envolvente, é uma aposta da OniRodrigues e acreditamos que se tornará numa referência da arquitetura Bracarense", acrescenta João Rodrigues Serino.

A implantação do projeto engloba terrenos com frente para o Campo da Vinha, para a rua do Carvalhal e para o caminho pedonal que liga o Campo da Vinha ao largo de S. Francisco. Um "obra (que) constitui uma mais-valia que proporcionará a Braga, uma cidade cada vez mais cosmopolita, a fixar locais e não locais e que está perfeitamente alinhada com o conceito de viver no centro histórico”, conclui o responsável.

Leia Também: Arranca comercialização de novo projeto residencial no coração de Lisboa

Campo obrigatório