Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

Imobiliário Construção Obras licenciadas em edifícios resid...

Obras licenciadas em edifícios residenciais sobem 12% até setembro

As obras licenciadas em edifícios residenciais em Portugal registaram um aumento homólogo de 12% até setembro, para 13.972, enquanto o consumo de cimento cresceu 6,6% para 2,87 milhões de toneladas, revelou hoje a associação do setor.

Obras licenciadas em edifícios residenciais sobem 12% até setembro
Notícias ao Minuto

13:51 - 24/11/21 por Lusa

Casa AICCOPN

O aumento de 12% observado nas obras licenciadas pelas câmaras em edifícios residenciais foi "fortemente influenciado" pelo crescimento ao nível dos fogos licenciados em construções novas, refere a AICCOPN - Associação das Industriais de Construção Civil e Obras Públicas em comunicado.

Estes últimos registam um aumento de 15,3% até setembro, uma vez que, no que respeita ao licenciamento das obras de reabilitação, apurou-se uma subida homóloga de apenas 1,2%.

Quanto ao novo crédito para aquisição de habitação atribuído pelas instituições financeiras até setembro, cifrou-se em 11.157 milhões de euros, mais 37,8%, face a igual período do ano anterior.

Em setembro, o valor mediano da avaliação da habitação para efeitos de crédito bancário apresentou uma valorização de 9,6% em termos homólogos, devido ao aumento em 11% nos apartamentos e de 4,7% nas moradias.

Em termos de regiões, a AECCOPS destaca que, no Alentejo, o número de fogos licenciados em construções novas, nos doze meses concluídos em setembro deste ano, foi de 1.044, o que traduziu um crescimento de 9,1% face aos 957 alojamentos licenciados nos doze meses anteriores.

Destes, 5,3% são de tipologia T0 ou T1, 15,2% são de tipologia T2, 52,8% de tipologia T3 e 26,7% de tipologia T4 ou superior.

Em setembro, em relação ao valor de avaliação bancária na habitação nesta região verificou-se uma subida homóloga de 4,6%.

Leia Também: Cidade do Porto é um "exemplo do potencial da reabilitação urbana"

Campo obrigatório