Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Imobiliário Habitação Porto. Investidores compram residênc...

Porto. Investidores compram residência de estudantes ainda em construção

Trata-se de um alojamento estudantil de 151 camas que será construído num terreno de 4.000 metros quadrados na zona de Paranhos, no Polo II da Asprela, na cidade Invicta, e que deverá abrir em 2023.

Residência de Estudantes no Porto -

Trata-se de um alojamento estudantil de 151 camas que será construído num terreno de 4.000 metros quadrados na zona de Paranhos, no Polo II da Asprela.

As investidoras imobiliárias IP Investment Management (IPIM) e a Heed Capital acabam de fechar a sua primeira aquisição no mercado imobiliário português com a compra de uma residência de estudantes no Porto, que ainda está em fase de construção. De acordo com comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, operado sob a marca Amro Estudiantes, este alojamento estudantil de 151 camas será construído num terreno de 4.000 metros quadrados na zona de Paranhos, no Polo II da Asprela, e deverá abrir em 2023.

A parceria tem como objetivo investir em mais residências de estudantes em Portugal e Espanha nos próximos dois anos, aproveitando um mercado ainda com pouco produto residencial desenvolvido de raiz para estudantes, lê-se no documento.

"Portugal apresenta uma grande oportunidade de crescimento e é semelhante ao mercado de PBSA do Reino Unido há cerca de 10 anos", diz Selina Williams, diretora executiva da IPIM.

Para Joaquim Luiz Gomes, Founder e Managing Director da Heed Capital, "a atratividade de Portugal junto dos estudantes internacionais continua a crescer, e (por isso) esperamos estar bem posicionados."

Já Raj Kotecha, Co-Founder e Managing Director da Amro Partners, salienta que "o setor das residências de estudantes provou ser resiliente nos últimos 12 meses, e a falta de oferta significativa nesta região cria grande potencial d crescimento."

De realçar que a a joint venture entre os fundos Iberian Student Living de Singapura e a Iberian Student Living – FCR em Portugal será gerida pela IPIM, e a marca Amro Estudiantes será promotora e operadora da mesma.

Faz ainda notar o mesmo comunicado que a Iberian Student Living – FCR é um fundo qualificado para investimento através do programa de Vistos Gold e foca-se apenas no investimento em residências de estudantes. A ideia é "capitalizar uma oportunidade rara para entrar no mercado ibérico das residências de estudantes", lê-se no comunicado a que a revista teve acesso.

Leia Também: Rumor. Microsoft está a planear lançamento de portátil para estudantes

Campo obrigatório