Meteorologia

  • 30 JUNHO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 24º
Imobiliário Habitação Algarve regista maior consumo de águ...

Algarve regista maior consumo de água por habitante em 2019

Em média, por habitante, o Algarve foi a região portuguesa onde mais se consumiu água em casa, em 2019. Dados da PORDATA mostram que sete cidades algarvias ocupam o top 10 da tabela. Alzejur surge em primeiro lugar do ranking.

Algarve regista maior consumo de água por habitante em 2019

O Algarve foi a região onde mais se consumiu água, por habitante, em 2019 (137.612,6 m3 por habitante), sendo que dos dez primeiros lugares da lista, sete são da região algarvia. Os outros três lugares são ocupados por Lisboa, Nordeste, na Ilha de São Miguel, e Angra do Heroísmo, da Ilha da Terceira.

De acordo com os dados divulgados esta quarta-feira pela PORDATA, o município de Aljezur surge em primeiro lugar como a zona onde mais se consumiu água em casa, em 2019. Dados mostram que foi registado um consumo de cerca de 349.055 m3.

Note que estes dados constam de uma análise divulgada esta quarta-feira, realizada pela PORDATA, base de estatísticas certificadas sobre Portugal, seus municípios e Europa, feita ao consumo de água distribuída/consumida por habitante, comparando os valores dos anos de 2019 e 1995.

Na tabela, Aljezur é seguido pela Albufeira (230.974 m3 por habitante) a ocupar o segundo lugar do ranking e Loulé (210.397 m3), em terceiro.

Já Cinfães, distrito de Viseu, Marco de Canaveses, no Porto, e Celorico de Basto, em Braga, ocupam os três últimos lugares da tabela, sendo os municípios onde se consumiu menos água há dois anos.

Ainda a ocupar o top 10 da tabela surgem: Castro Marim (200.778 m3 por habitante), em quarto lugar; Lagoa (196.196 m3); Vila do Bispo (180.403 m3); Lagos (164.690 m3); Lisboa (158.723 m3); Nordeste (156.694 m3), nos 5.º, 6.º, 7.º, 8.º e 9.º lugares, respetivamente, com a Angra do Heroísmo (155.416 m3) em 10.º, a fechar o ranking dos dez primeiros municípios que mais consumiram água, em média, por pessoa, em 2019.

A capital portuguesa surge na 8.ª posição da tabela. Lisboa, em 2019, consumiu cerca de 158.723 m3 de água por habitante.

No fim da lista, Cinfães, Marco de Canaveses e Celorico de Basto, ocupam os últimos lugares. Registou-se o consumo total de 15.054 m3 por habitante, 15.165 m3 e 17.108 m3, respetivamente, nestes municípios, em 2019.

Recorde-se que em consumo de energia elétrica para fins domésticos, o Algarve também registou os valores mais altos, no mesmo ano. Em média, por pessoa, o Algarve foi a região portuguesa onde mais se consumiu eletricidade para fins domésticos, em 2019. Dados da PORDATA, divulgados na semana passada, mostraram que sete cidades algarvias ocupam o top 10 da tabela. Ainda assim, é Sines que encabeça o ranking.

Leia Também: Onde se consumiu mais eletricidade para fins domésticos em 2019?

Campo obrigatório