Meteorologia

  • 12 JUNHO 2021
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 31º

Edição

Lar Eficiência energética Onde se consumiu mais eletricidade p...

Onde se consumiu mais eletricidade para fins domésticos em 2019?

Em média, por pessoa, o Algarve foi a região portuguesa onde mais se consumiu eletricidade para fins domésticos, em 2019. Dados da PORDATA mostram que sete cidades algarvias ocupam o top 10 da tabela. Ainda assim, é Sines que encabeça o ranking.

Onde se consumiu mais eletricidade para fins domésticos em 2019?

Em Portugal, o Algarve foi a região onde mais se consumiu energia elétrica total, por habitante, para fins domésticos, em 2019, sendo que dos dez primeiros lugares da lista, sete são da região algarvia. Ainda assim, é Sines, da região do Alentejo, que encabeça o ranking.

De acordo com os dados divulgados esta sexta-feira pela PORDATA, o município de Sines surge em primeiro lugar como a zona onde mais se consumiu eletricidade, para fins domésticos, em 2019. Dados mostram que foi registado um consumo de cerca de 6.115 kwh.

Note que estes dados constam de uma análise divulgada esta sexta-feira, realizada pela PORDATA, base de estatísticas certificadas sobre Portugal, seus municípios e Europa, feita ao consumo de energia elétrica por habitante, total e tipo de consumo, para fins domésticos, comparando os valores dos anos de 2019 e 1981.

Na tabela, Sines é seguido pela Vila do Bispo (3.346 kwh) a ocupar o segundo lugar do ranking e Loulé (3.045 kwh), em terceiro.

Já a Ribeira Grande, Amadora e Santa Cruz das Flores ocupam os três últimos lugares da tabela, sendo os municípios onde se consumiu menos eletricidade há dois anos.

Ainda a ocupar o top 10 da tabela surgem: Lagoa (2.883 kwh), em quarto lugar; Albufeira (2.688 kwh); Lagos (2.474 kwh); Aljezur (2.179 kwh); Tavira (2.147 kwh); Castro Marim (2.120), nos 5.º, 6.º, 7.º, 8.º e 9.º lugares, respetivamente, com o Porto (1.974 kwh) em 10.º, a fechar o ranking dos dez primeiros municípios que mais consumiram eletricidade, em média, por pessoa, em 2019, para fins domésticos.

A capital portuguesa surge na 52.ª posição da tabela. Lisboa, em 2019, consumiu cerca de 1.417 kwh de energia elétrica para fins domésticos. Sendo possível concluir que os portugueses consomem mais energia elétrica em casa, na Invicta que em Lisboa.

No fim da lista, Ribeira Grande, Amadora e Santa Cruz das Flores, ocupam os últimos lugares. Registou-se o consumo total de 840 kwh, 829 kwh e 798 kwh, respetivamente, nestes municípios, em 2019.

Em suma, consome-se mais eletricidade para fins domésticos no Sul do país que no resto do território português. 

Leia Também: AR aprova apoio a custos com eletricidade na agricultura e pecuária

Campo obrigatório