Meteorologia

  • 24 MAIO 2022
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 20º
Lar Eficiência energética Compensa ter tarifa de luz bi-horári...

Compensa ter tarifa de luz bi-horária? É uma questão de fazer as contas

Saliente-se que a escolha de tarifas de luz deve incidir não apenas no preço por kWh, mas essencialmente no tipo de equipamentos que se utiliza e nos hábitos de consumo dos mesmos.

Compensa ter tarifa de luz bi-horária? É uma questão de fazer as contas

Vamos supor que, durante a semana, só está em casa à noite ou se acaba por realizar tarefas domésticas só aos fins de semana. Se este for o seu caso, poderá compensar contratar a chamada tarifa bi-horária, explica o Comparajá.pt.

Ainda assim, note que sempre que fizer uma nova ligação à rede elétrica, terá de contratar uma tarifa de eletricidade, que consiste no preço que vai pagar ao seu comercializador de energia pelo consumo deste serviço que efetuar.

É importante sublinhar ainda que existem horários em que a eletricidade é mais cara devido ao facto de haver maior procura e outros em que é menor devido a um decréscimo da utilização nessas horas. Estes períodos são estabelecidos de forma a gerir a pressão sobre o sistema elétrico nacional. Mas, vamos por partes.

Que tipos de tarifas de eletricidade existem?

Existem três tipos de tarifas.

1 – Tarifa simples

O consumidor paga o mesmo preço de energia elétrica a qualquer hora do dia e em qualquer altura do ano.

2 – Tarifa bi-horária

Existem dois preços diferentes para o consumo de energia elétrica que se aplicam conforme dois períodos distintos e horários de consumo:

  • Horas de vazio: neste período a eletricidade tem um custo mais reduzido e normalmente tal aplica-se no período noturno e aos fins de semana;
  • Horas fora de vazio: paga-se mais pelo consumo energético porque é nestas horas que geralmente se gasta mais eletricidade.

3 – Tarifa tri-horária

Similar à tarifa bi-horária, mas com três períodos de consumo:

  • Horas de vazio: com custo mais reduzido, sendo as horas do período noturno (a partir das 22h) e os fins de semana;
  • Horas de cheias: energia com preço intermédio;
  • Horas de ponta: custo mais elevado.

Em suma, a distinção entre tarifas de luz incide nos preços a que a eletricidade é faturada conforme a altura do dia: se o preço é o mesmo em qualquer horário (caso em que se aplica a tarifa simples) ou se existem horas do dia em que o custo é mais acessível (tarifa bi-horária/tri-horária).

Como saber quais são os períodos horários?

As opções de períodos horários dividem-se em dois ciclos:

  • Ciclo diário: no qual os períodos horários são iguais em todos os dias;
  • Ciclo semanal: no qual os períodos horários diferem consoante se trate de um dia útil ou de fins de semana e ainda de acordo com a época do ano (inverno versus verão).

Como alterar a opção horária?

Deve entrar em contacto com o seu fornecedor de eletricidade para fazer esta mudança. A empresa de energia irá então mexer no seu contador para o efeito. Se mudar para a tarifa bi-horária, o seu contador passará a contabilizar as horas de vazio e fora de vazio.

Mas, afinal, a tarifa bi-horária compensa ou não?

Tome atenção aos seus hábitos de consumo e verifique se está a consumir mais eletricidade no período em que esta é mais cara. A maior desvantagem da tarifa bi-horária a assinalar é que se decidir usar grandes eletrodomésticos (tais como o forno, máquinas de lavar roupa e/ou loiça e ar condicionado) fora das horas de vazio, é possível que nesses períodos pague bem mais de eletricidade do que se tivesse a tarifa simples.

Saliente-se que estes valores podem ser vistos na sua fatura da luz. Existe uma área da mesma na qual pode ter acesso ao consumo real, em kWh, nas horas de vazio, cheias e ponta. Olhe para esses valores e utilize o seguinte cálculo para saber se a tarifa bi-horária compensa:

Nº de kWh no Vazio x 2 comparado com Nº de kWh fora do Vazio

Para achar o consumo fora do vazio na sua fatura, basta somar o consumo em ponta e em cheia, afirma o Comparajá.pt. Se o número de kWh de eletricidade que consome no vazio vezes dois for inferior ao número de kWh que consome fora do vazio, então não compensa ter tarifa bi-horária.

Leia Também: Eletrodomésticos e teletrabalho: quanto fico a pagar de luz e gás?

Campo obrigatório