Meteorologia

  • 16 JULHO 2024
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 26º

"Desempenho superior". Stellantis vai ter uma nova geração de baterias

A Stellantis e a Autoridade Francesa para a Energia Atómica (CEA) anunciaram hoje um novo acordo de cinco anos para conceber internamente células de bateria de nova geração que contribuam para reduzir o custo dos veículos elétricos.

"Desempenho superior". Stellantis vai ter uma nova geração de baterias
Notícias ao Minuto

06:13 - 04/07/24 por Lusa

Auto STELLANTIS

O programa de investigação conjunto entre o construtor automóvel criado pela fusão entre a PSA e a FCA, por um lado, e o organismo público de investigação francês, por outro, centrar-se-á na conceção de células com tecnologia inovadora, oferecendo um "desempenho superior", uma "vida mais longa" e uma "pegada de carbono reduzida a um custo competitivo", afirmam a Stellantis e a CEA num comunicado conjunto.

A indústria automóvel mundial está atualmente a trabalhar em futuras baterias químicas que combinem as vantagens das atuais NMC de iões de lítio de elevada densidade energética com as LFP de iões de lítio mais acessíveis.

"Sabemos que a tecnologia das baterias está a mudar. Mesmo que ainda não saibamos exatamente como, estamos empenhados em estar na vanguarda desta transformação", o diretor de Tecnologia da Stellantis, Ned Curic, citado no comunicado conjunto.

A Stellantis e a CEA, que são parceiros há vinte anos, estão também a trabalhar em conjunto ao nível de componentes químicos disruptivos visando a redução das emissões de CO2, bem como a modelização digital das baterias, o desenvolvimento de células de combustível, a análise do ciclo de vida e a conectividade.

Leia Também: Stellantis inicia produção de veículos elétricos após investimento

Recomendados para si

;

Gosta de automóveis? Toda a informação num clique

Seja a Gasolina, diesel, elétricos, hidrogénio e dicas, acompanhe as mais recentes novidades sobre desporto motorizado

Obrigado por ter ativado as notificações de Auto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório