Meteorologia

  • 03 MARçO 2024
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 16º

Equipa de Miguel Oliveira proibida de competir no Mundial em 2024

RNF Aprilia foi punida pelo Comité de seleção da MotoGP. Ficou sem contrato para o próximo ano.

Equipa de Miguel Oliveira proibida de competir no Mundial em 2024
Notícias ao Minuto

12:19 - 27/11/23 por Notícias ao Minuto

Auto MotoGP

A equipa RNF Aprilia, à qual está ligado o português Miguel Oliveira, ficou sem contrato para correr na temporada de 2024 de MotoGP. A informação foi revelada esta segunda-feira pelos organismos responsáveis pela competição.

"O Comité de Seleção de MotoGP, que integra membros da FIM [Federação Internacional de Motociclismo], da IRTA [associação de equipas] e da Dorna [organizador], decidiu não selecionar a equipa CryptoDATA RNF para a temporada de 2024", lê-se num comunicado do MotoGP.

Na mesma nota, o conjunto de organismos revela que a decisão é justificada com "repetidas infrações e quebras do acordo de participação, que afetam a imagem pública do MotoGP".

"O Comité de Seleção vai rever as candidaturas para uma nova equipa independente, que usará motores Aprilia, para se juntar à grelha de MotoGP em 2024", termina a nota.

Miguel Oliveira, recorde-se, mudou-se esta temporada para a equipa satélite da Aprilia. O piloto natural de Almada, que esteve ligado à KTM nas primeiras quatro temporadas no MotoGP, tem contrato diretamente com o fabricante italiano para 2024.

O português terminou o Mundial de pilotos na 16.ª posição, com 76 pontos, numa época marcada por vários acidentes e lesões que o afastaram de algumas corridas. Miguel Oliveira ficou de fora do último Grande Prémio, em Valência, no domingo.

Leia Também: Título do MotoGP decide-se em Valência (sem Miguel Oliveira). Os horários

Recomendados para si

;

Gosta de automóveis? Toda a informação num clique

Seja a Gasolina, diesel, elétricos, hidrogénio e dicas, acompanhe as mais recentes novidades sobre desporto motorizado

Obrigado por ter ativado as notificações de Auto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório