Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2021
Tempo
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Fomos conhecer o BMW iX, o novo SUV elétrico da marca alemã

Estará à venda em Portugal a partir do dia 13 de novembro.

Foi durante este mês de outubro (particularmente quente) que o BMW Group apresentou o seu próximo carro elétrico antes da chegada iminente ao mercado português. Trata-se do BMW iX, o primeiro SUV da marca alemã “construído de raiz” a pensar na mobilidade elétrica.

O BMW iX chegará ao mercado português no dia 13 de novembro e estará disponível com duas motorizações: a mais ‘modesta’ xDrive40 e a mais potente xDrive50. 

Começando pelo BMW iX xDrive40, este modelo tem uma potência de 240kW (cerca de 326cv) e uma autonomia até 425km. É capaz de ir dos 0 aos 100km/h em 6,1 segundos e, atenção, estará limitado eletronicamente aos 200km/h. Custará 89.150 euros.

Já o BMW iX xDrive50 terá uma potência de 385 kW (523cv) e uma autonomia até 630km. É capaz de acelerar até aos 100km/h em apenas 4,6 segundos e também está limitado a 200km/h. O preço fixa-se nos 107.000 euros.

A BMW realça que o iX foi desenvolvido “de dentro para fora”, o que significa que o interior foi alvo de uma grande atenção na fase de concepção. Algo que fica bem notório com o uso de materiais e um interior que a marca alemã descreve como um ‘lounge’. O teto panorâmico e os botões nas portas em ‘cristal’ são alguns indícios que a BMW quer fazer deste iX uma experiência de luxo.

Até o sistema de som da Bowers & Wilkins contribui para a melhorar a experiência e envolvência dos ocupantes, com os bancos a vibrarem de forma a refletir a música que está a ser reproduzida no momento. 

Além do formato pouco habitual mas exuberante do volante, na parte frontal destaca-se o ecrã curvo orientado para o condutor, oferecendo não só informação relevante para a condução como também informações sobre as condições do habitáculo.

O BMW iX integra a versão 8 do sistema operativo da BMW, o qual foi desenvolvido em parceria com a Critical Software em Portugal. O sistema integra agora uma série de botões espalhados pelo interior do BMW iX e que funcionam como ‘atalhos’ para mais opções, uma abordagem que a marca espera que contribua para uma maior usabilidade da parte dos condutores e ocupantes do veículo.

Sobre o exterior, a BMW frisou que o iX foi desenvolvido com um “design monolítico”, o que significa que a empresa procurou dar a ilusão que o veículo é uma única peça. Esta mentalidade permitiu à BMW proporcionar ao iX uma aerodinâmica equivalente à de um Coupé, isto apesar das dimensões mais próximas de um X5.

Depois de uma tarde na companhia do BMW iX não ficámos com grandes dúvidas que a marca alemã tem todas as condições para se afirmar no segmento de SUVs elétricos e, se tem dúvidas, recomendamos que dê uma olhadela à galeria acima.

Leia Também: Já arrancou a produção do BMW i4 em Munique

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Gosta de automóveis? Toda a informação num clique

Seja a Gasolina, diesel, elétricos, hidrogénio e dicas, acompanhe as mais recentes novidades sobre desporto motorizado

Obrigado por ter ativado as notificações de Auto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório