Meteorologia

  • 20 JULHO 2024
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 27º

"Bom resultado em Guimarães poderá dar um conforto enorme"

O treinador do Arouca, Armando Evangelista, reconheceu hoje que um resultado positivo na deslocação a Guimarães "poderá dar um conforto enorme" ao sétimo da I Liga de futebol, mas definiu a manutenção como o objetivo atual da temporada.

"Bom resultado em Guimarães poderá dar um conforto enorme"
Notícias ao Minuto

14:03 - 10/03/23 por Lusa

Última Hora Armando Evangelista

Atualmente com 34 pontos no campeonato, numa situação que deixa o Arouca longe dos lugares de despromoção, Evangelista abordou a importância da partida com o Vitória de Guimarães, quinto classificado do campeonato e concorrente direto dos arouquenses aos lugares europeus, sem modificar o objetivo do clube, a manutenção no principal escalão matematicamente assegurada. 

"[Um bom resultado] poderá dar um conforto enorme e ditar aquilo que poderão ser os próximos jogos do Arouca e a forma como olhamos para eles. Os últimos posicionados na tabela têm jogos difíceis, há jogos entre eles. Parece-me que poderá determinar muito daquilo que pode ser o resto da época, sem dúvida", disse o técnico, em conferência de imprensa.

O treinador do Arouca, que iniciou as carreiras de treinador e jogador no Vitória de Guimarães, assegurou que a sua ligação ao adversário "não vai aumentar o grau de dificuldade" e sublinhou o melhor momento da época dos vimaranenses, que venceram cinco dos últimos seis jogos no campeonato.

"O grau de dificuldade prende-se pelo facto de, nos últimos seis jogos, terem vencido cinco, o que é demonstrativo do momento que atravessam. Jogando em casa, passando uma boa fase, com um público que puxa muito, sabemos as dificuldades que vamos encontrar. Agora, compete-nos a nós fazer aquilo que temos vindo a fazer, que é lutar contra isso mesmo, ir à procura dos pontos e estar concentrados", sublinhou.

Evangelista fez também questão de referir que a sequência de jogos do oponente "só por si não ganha jogos" e definiu a "entreajuda e capacidade de sofrimento que o Arouca tem demonstrado" como os trunfos da equipa, assegurando que a formação da Serra da Freita "não sai da vila [Arouca] derrotada" à partida.

O Arouca não poderá contar com o argentino Alan Ruiz, suspenso por ter visto o quinto amarelo frente ao Boavista, na jornada passada, uma ausência cuja importância o técnico não esconde.

"É óbvio que o Alan [Ruiz] tem a influência que tem e não vamos aqui andar a dizer que não é importante. Por ser importante é que tem os jogos que tem, os minutos que tem, a influência. Mas, quando construímos um plantel, sabemos que há lesões, castigos, baixas de forma e procuramos que a equipa seja equilibrada. Não é a primeira vez que ele não vai jogar e já tivemos sucesso sem o Alan", lembrou.

Além do médio, o treinador assumiu que é complicado que Opoku e Dabbagh, dois habituais titulares com problemas físicos, possam vir a ser opção, aos quais de junta Vitinho, vítima de lesão prolongada, mas vincou que as ausências "não são nada que tire o sono".

Em jogo da 24.ª jornada da I Liga, o Arouca, sétimo classificado, com 34 pontos, defronta, às 18:00 de sábado, o Vitória de Guimarães, quinto, com 40, em encontro arbitrado por Hélder Malheiro, da Associação de Futebol de Lisboa.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório